Cate Blanchett afirmou que quando trabalhou com Woody Allen não sabia das acusações de abuso sexual contra o cineasta.

Em 2013, a atriz protagonizou um filme de Woody, 'Blue Jasmine', e frisou que na altura não estava a par das alegações que adiantavam que o cineasta teria violado a filha, Mia Farrow, em 1992.

Questionada pela CNN sobre o facto de ser “defensora do movimento #MeToo e Time's Up, e ter ficado em silêncio ao ter trabalhado com Woody Allen”, a atriz garantiu que “não ficou em silêncio”.

“Na época em que trabalhei com o Woody Allen não sabia nada sobre as alegações contra ele”, acrescentou Cate Blanchett, referindo que quando soube do que se estava a passar não ficou indiferente. “Eu disse que era uma situação muito dolorosa e complicada e que esperava que conseguissem resolver tudo”, rematou.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.