Uma mulher obcecada pelo príncipe André conseguiu entrar na sua residência oficial e fingiu que estava no local para um encontro com o filho da rainha Isabel II.

De acordo com o The Sun, a mulher de nacionalidade espanhola, de 44 anos, terá passado pelo menos 20 minutos a vaguear pelos jardins da propriedade antes de entrar na mesma, enquanto o príncipe estava na habitação.

"Ela estava muito confiante e andava por lá como se fosse a dona da casa", disse uma fonte ao jornal.

"Ela tinha uma figura bastante glamorosa e os seguranças foram completamente enganados por ela. Eles não faziam ideia que essa mulher era uma completa estranha para André e, aparentemente, tinha uma fixação por ele", acrescentou.

A mulher acabou por ser descoberta quando começou a falar com um membro da equipa do príncipe para descobrir onde estaria o mesmo.

Ao que parece, depois da polícia ter sido chamada ao local, a mulher disse que estava noiva do príncipe, tendo-se identificado como Irene Windsor.

Além disso, tinha ainda um mapa da Royal Lodge e de outras residências reais na mala, além de um chaveiro com pontas afiadas em forma de gato que poderia ser usado em autodefesa. Após tal 'invasão' está a ser feita uma revisão na segurança.

Sabe-se que a mulher chegou ao Reino Unido no sábado, no dia do funeral do príncipe Filipe, pai do príncipe André.

De destacar ainda que a mulher foi presa por suspeita de roubo e posteriormente internada sob a Lei de Saúde Mental.

Leia Também: Rainha Isabel II recebe presentes para ajudar a combater a solidão

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.