Justin Bieber foi acusado de abuso sexual por uma mulher, que se identificou como Danielle sem revelar a sua verdadeira identidade. Esta alegou que foi violada pelo artista em março de 2014, num evento em Austin. Na altura a referida mulher teria 20 anos e o cantor 21.

Danielle diz que no dia 9 de março, depois de um espetáculo, Bieber convidou-a a si e às amigas para irem ao hotel Four Seasons e que depois a levou para uma sala privada onde terá acontecido o alegado crime. Uma história que foi relatada no Twitter, como conta o The Guardian, referindo que tentou entrar em contacto com a mulher.

Inicialmente, destaca o jornal, as alegações foram negadas por Alison Kaye, que representa Bieber. Mais tarde, no domingo, foi o próprio artista quem reagiu às acusações no Twitter.

O cantor partilhou na rede social algumas fotografias de recibos e emails em que, segundo o próprio, terá ficado no AirBnb em Austin, no dia 9 de março, e que no dia 10 de março ficou hotel Westin. Além disso, disse ainda que estava em Austin com a namorada da altura, Selena Gomez.

"Esta história não é verdadeira. Todas as alegações de abuso sexual devem ser levadas muito a sério e é por isso que a minha resposta é necessária. No entanto, esta histórias é factualmente impossível e é por isso que vou trabalhar em conjunto com o Twitter e as autoridades para tomar medidas legais", escreveu ainda o cantor.

Leia Também: Hailey Baldwin conta como foi primeiro beijo com Justin Bieber

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.