O 39.º aniversário ficou para Meghan Markle marcado por uma vitória judicial. Esta quarta-feira, um dia após completar mais um ano de vida, a duquesa venceu uma batalha contra a Associated Newspaper, a editora do jornal britânico Mail on Sunday.

O ano passado, a antiga atriz e o tablóide entraram em guerra após aquela publicação ter dado a conhecer uma carta que Meghan escreveu ao pai, Thomas Markle. Isto na sequência de uma entrevista publicada pela revista People na qual cinco amigas da duquesa falam em anonimato da respectiva carta.

A Associated Newspaper solicitou que as amigas de Meghan Markle marcassem presença em tribunal como testemunhas, algo que a duquesa considerou um 'ataque' à privacidade.

O juiz Mark Warby, do Tribunal Supremo de Londres, concordou e decidiu a favor da mulher do príncipe Harry, considerando que deve ser preservada a confidencialidade das informações.

Em declarações à People, uma fonte revelou que Meghan Markle respirou de alívio ao saber que a privacidade das suas amigas não seria exposta.

Esta decisão do tribunal surge na sequência de Meghan ter perdido uma primeira batalha. Em julho, o juiz rejeitou várias das acusações contra o jornal britânico e a duquesa concordou em pagar cerca de 75 mil euros para cobrir as despesas do processo.

Leia Também: Meghan Markle: O bom gosto em 39 ocasiões

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.