Príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II, terá sido uma das pessoas do palácio a manifestar-se contra o afastamento de Harry e Meghan Markle da realeza britânica. Na verdade, conforme nota a biógrafa real Ingrid Seward, o duque de Edimburgo considera que o neto "abandonou" as suas responsabilidades.

No livro de Ingrid - 'Prince Philip Revealed', esta refere: "Ele vê isto como um abandono dos deveres por parte do neto Harry, desistindo da sua terra-natal e de tudo aquilo com que se preocupava por uma vida de celebridade egocêntrica na América do Norte".

Mas não se fica por aqui. O príncipe Filipe terá ainda uma grande dificuldade em perceber aquilo que tornou a vida de Harry tão "insuportável".

"Pelo que Filipe tinha conhecimento, o Harry e a Meghan tinham tudo: uma casa fantástica, um filho saudável e uma oportunidade única de fazer um impacto mundial com o seu trabalho de caridade... para um homem cuja existência tem sido baseada na dedicação em fazer o que é certo, parece que o neto abdicou das suas responsabilidades pelo bem do seu casamento com uma americana divorciada, tal como Eduardo VIII abdicou da coroa para casar com Wallis Simpson em 1937", acrescenta-se.

Leia Também: Harry e Meghan Markle criticados por cancelamento de evento solidário

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.