Madonna foi multada na Rússia há quase oito anos por defender os direitos dos homossexuais em palco durante uma das atuações da "The MDNA Tour". A polémica e irreverente cantora, compositora, atriz e empresária norte-americana de 61 anos foi condenada por causa das afirmações que proferiu num concerto em São Petersburgo no dia 9 de agosto de 2012 e recordou agora o episódio nas redes sociais, aproveitando para fazer uma revelação. "Nunca paguei", admitiu a intérprete de "Vogue" e "Hung up".

"Não tenham medo", pediu. "Nós temos de lutar pelo direito de sermos livres e de podermos ser quem somos", apelou. "Eu tenho viajado muito pelo mundo e tenho reparado que as pessoas voltaram a ter medo dos indivíduos que são diferentes. As pessoas estão a ficar mais intolerantes", lamentou, na altura, a cantora. Os (muitos) fãs aplaudem a decisão de Madonna nunca ter pago a multa de um milhão de dólares, cerca de 870.000 euros. "És a maior", elogiou também a artista italiana Asia Argento.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.