Kate Middleton ficou entusiasmada com o papel como editora no site de notícias do jornal britânico "The Huffington Post". A duquesa, defensora de causas relacionadas com saúde mental infantil, escreveu um artigo, onde chamou à atenção para as necessidades dos pais estarem preparados a procurar um médico quando os filhos necessitam de ajuda. Middleton assinou o texto como “Sua Alteza Real a Duquesa de Cambridge”.

"É um privilégio ter a oportunidade de ser a editor convidada do Huffington Post de hoje, e para celebrar o incrível trabalho que está a ser feito para melhorar e compreender a saúde mental das crianças", afirmou Middleton, que se prepara para lançar a iniciativaYoungMindsMatter."A saúde mental dos nossos filhos deve ser vista como um assunto tão importante quanto a saúde física", acrescentou, dizendo que normalmente demora algum tempo até as pessoas admitirim que os filhos precisavam de ajuda emocional ou psiquiátrica.

A duquesa de Cambridge, mãe de dois filhos, disse que ela e o seu marido, segundo na linha de sucessão ao trono, "não hesitariam em procurar ajuda" para os seus filhos caso fosse necessário, acrescentando que espera que "George e Charlotte expressem os seus sentimentos".

O "The Huffington Post" publicou dados que mostram que um em cada três pais temem parecer maus pais se um dos seus filhos tiver um problema mental.

Kate considerou um privilégio editar por um dia o "The Huffington Post" e expressou a  vontade de questionar "o tabu" dos problemas mentais.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.