Por causa de Donald Trump, Justin Bieber recusou uma proposta de cinco milhões de dólares (mais de quatro milhões de euros) para atuar num local próximo da Quickens Loans Arena, que acolheu a convenção do Partido Republicano.

De acordo com TMZ, o artista recusou o convite depois de o seu agente, Scooter Braun, ter ameaçado despedir-se caso Bieber aceitasse, visto que é apoiante de Hillary Clinton.

LeBron James, estrela da NBA, também pediu ao cantor para não cantar no evento.

Segundo a mesma fonte, a entidade que tentou contratar Justin assegurou que o evento não tinha quaisquer filiações políticas e que o cantor só tinha de atuar durante 45 minutos num local próximo onde a convenção republicana estaria a decorrer. O dinheiro era financiado por partidários republicanos, cobraria despesas de produção e seria pago mesmo antes do espetáculo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.