João Paulo Sousa decidiu fazer um direto ‘especial’ na sua página do Facebook, onde respondeu a muitas questões dos seus seguidores.

Quem não resistiu em deixar uma questão ao apresentador foi a também apresentadora e locutora Joana Marques: “Grande João, preferias apresentar o Alo Portugal com o José Figueiras ou a Casa dos Segredos com o Goucha?”.

Obviamente, mas sem dúvida, Alô Portugal com o José Figueiras. Não sei se sabem o que é o Alô Portugal, mas é um programa que recebe música portuguesa para as comunidades internacionais. Mas é mesmo daquelas músicas bem portuguesas. Eu adoro aquilo. O meu sonho é um dia apresentar aquele programa, com ou sem José Figueiras. Se for com, melhor, porque o Figueiras é uma granda moca, ele é que não sabe às vezes, mas é muito engraçado”, respondeu João Paulo Sousa.

Além desta ‘confissão’, o apresentador recordou ainda o tempo em que dava vida a Sandro na quinta temporada da série ‘Morangos com Açúcar’.

“Foi o trabalho mais assustador da minha vida. Foi uma fase quase horrível da minha vida. Eu tinha 17 anos, a minha mulher, na altura namorada, inscreveu-me num casting. Passado duas semanas vim a Lisboa às escondidas dos meus pais, de autocarro, pela segunda vez na vida vim a Lisboa. Fui ao casting sem saber o que era um casting”, começa por recordar, referindo que fez o casting no mesmo dia que Sisley Dias.

Na altura perguntaram-lhe se já tinha feito alguma coisa como ator e João Paulo Sousa “mentiu”. “Disse que sim. Foi mentira. A única coisa parecida com representar que eu tinha feito antes deste casting foi fazer o ‘Auto da Barca do Inferno’, na escola, em que eu fiz de parvo”.

Entretanto, acabou por ficar com o papel. “Foi um grande choque”, afirmou, referindo-se à sua mudança para a capital portuguesa. “Na altura era muito assustador, muito estranho. Foi uma fase complicada. Para já vim completamente sem saber para onde é que vinha. Vim a viver em casa de uns amigos do meu pai. Tinha 140 euros na minha conta. […] E depois não fui ganhar assim tão bem. Fui ganhar miserávelmente. E era muito complicado porque eram 100, 200 pessoas a tentarem uma cena, eram todos novos e queriam todos mostrar-se...”, acrescentou.

No entanto, também aprendeu algumas “lições” nesta fase da sua vida. “Do estilo, fica no teu cantinho e não armes m***** em geral. E a outra é: Se ninguém te diz nada é porque está bom. Quando tiverem que te dizer alguma coisa é porque te vão cascar. Foi uma fase muito difícil da minha vida, mas muito importante também”, rematou.

Veja o vídeo completo e saiba quais foram as restantes curiosidades que o apresentador partilhou.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.