No mesmo dia em que anunciou estar separada de Diogo Amaral, Jessica Athayde lançou em parceria com a Vogue Portugal o documentário de oito episódios 'Waiting for Oliver'. Uma produção que revela confissões marcantes e imagens únicas da gestação e dos primeiros três meses de vida do bebé Oliver.

Depois de uma gravidez marcada por uma fase menos feliz, onde o estado emocional frágil a levou a ter de tomar antidepressivos, chegou finalmente o dia do parto. Uma cesariana filmada quase na integra para esta produção.

Ainda na sala de partos, Athayde confessa que decidiu comer a placenta. Prática usada por várias celebridades internacionais.

"Decidi comer a placenta em smothies a seguir, feitos por uma pessoa entendida. E essa pessoa também vai fazer cápsulas. Tenho lido muito sobre isso”, revela.

Já com o pequeno Oliver nos braços, Athayde regressa a casa. As primeiras imagens do rosto do bebé, as consultas no médico, as rotinas e as mudanças no corpo da recém-mamã, tudo isto é mostrado sem qualquer tipo de filtro nos últimos dois episódios de 'Waiting for Oliver'.

Por fim, o documentário termina com uma sentida declaração de amor onde a estrela das novelas da TVI desabafa sobre o fim da relação com Diogo Amaral. Separados por uma relação que não funcionou, mas juntos no amor incondicional pelo filho: é esta a mensagem final de Jessica Athayde.

Reveja aqui o documentário.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.