Brendon Scholl, filho de uma das irmãs de Jennifer Lopez, atualmente com 19 anos, sofre de distúrbio de identidade de género desde a infância e prepara-se para partilhar essa realidade com o mundo num novo documentário, "Draw with me". O sobrinho da cantora, compositora, atriz, produtora e empresária norte-americana de 51 anos tinha 13 anos quando assumiu publicamente essa condição perante os amigos e os familiares mais próximos. De lá para cá, tem vivido num limbo.

"Eu não deveria ter medo de dizer às pessoas quem sou", afirma Brendon Scholl, na curta-metragem de 20 minutos que se prepara para lançar. Para promover o documentário do sobrinho, a quem chama nibling, uma palavra neutra que muitos tios já utilizam para se referirem aos sobrinhos ou às sobrinhas na mesma condição, a intérprete de sucessos globais como "On the floor" e "Ain't it funny" apelou, num vídeo que publicou nas redes sociais, à compaixão dos fãs.

"Temos de aceitar as mudanças e os desafios com amor, sabendo que, a partir do momento em que o fazemos, tudo passa a ser possível", defende. Brendon Scholl é um dos sobrinhos da artista, a filha do meio do casal Guadalupe Rodríguez e David López. Nascida a 24 de julho de 1969, a antiga bailarina de Janet Jackson e dos New Kids on the Block, mãe dos gémeos Emme Muñiz e Max Muñiz, atualmente com 12 anos, é hoje uma das artistas mais populares do mundo do espetáculo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.