Júlio Isidro não conseguiu ficar indiferente à crise atual que se vive no Sporting Clube de Portugal e usou as suas redes sociais para, através de uma metáfora, comparar os responsáveis pela situação com uma praga de piolhos.

"O chato é um piolho da espécie Pthirus pubis, um parasita que quando se agarra à pele e em especial àquela pele, não larga facilmente.", começa por dizer. "As lêndeas, piolhos e chatos deste país, pegam-se facilmente, razão que leva a um tratamento radical.", acrescenta, referindo em seguida que as suas palavras se tratam de uma resposta à triste situação que o clube enfrenta.

"As metáforas aqui utilizadas, são uma resposta e uma proposta. Para um assunto desta gravidade, só um certo humor pode ser lenitivo temporário deste estado de nojo em que, acredito piamente, a maior parte do país se encontra", rematou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.