Nos últimos anos, foram muitas a celebridades internacionais a mudar-se para a capital portuguesa mas, de acordo com a edição de 1 de março da revista Hola, já nas bancas, a irmã do rei de Espanha, Felipe de Borbón y Grecia, não será uma delas. «Não é previsível que mude de domicílio e muito menos que se transfira para Lisboa, uma informação que, segundo pessoas próximas da dona Cristina, não tem qualquer fundamento», assegura a publicação espanhola.

Cristina Federica de Borbón y Grecia foi absolvida dos crimes de que era acusada no caso Nóos, ao contrário do marido, Iñaki Urdangarin, condenado a seis anos e três meses de prisão por fraude e desvio de dinheiros públicos. Enquanto espera pelo recurso que interpôs, o ex-atleta olímpico ficará em liberdade, com a obrigação de apresentações mensais. Uma situação que não interfere muito com a atual vida do casal.

«A dona Cristina, que recebeu nos últimos dias mais apoio do que nos últimos anos, poderia ter recebido novas ofertas de trabalho mas, de momento, continuará com os empregos que tem, na [instituição bancária] La Caixa e na Fundação Aga Khan», garante a revista. «Ela está satisfeita com a sentença [que a iliba] mas destroçada pela condenação do marido, que considera injusta», referem fontes próximas da cunhada de Letizia Ortiz.

Infanta Cristina não vem morar para Lisboa

Texto: Luis Batista Gonçalves com Hola (fotografias)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.