Os últimos anos têm sido desafiantes para a família real britânica, sobretudo para William e Kate Middleton. No entanto, os duques de Cambridge têm ajudado a manter a reputação da monarquia, tarefa que, segundo Tina Brown, especialista em realeza, não poderá durar para sempre.

Na visão da autora do livro 'The Palace Papers: Inside the House of Windsor, the Truth and the Turmoil’, a certa altura, o príncipe Harry terá de ponderar um regresso à vida na realeza.

“Não era suposto que eles perdessem o André ou o Harry”, afirmou em declarações ao podcast ‘Today in Focus’, do Guardian, notando que este é um dos problemas que, atualmente, a monarquia inglesa enfrenta.

“Acho que é um grande esforço levar toda a gente a focar-se nos herdeiros, o Carlos, o William e a Kate. Mas com isso vem uma grande pressão”, defendeu.

“Considero mesmo que a determinada altura o Harry precisará de voltar, particularmente depois da rainha morrer, porque ele é um recurso”, completa.

Recorde-se que o príncipe André, filho da rainha Isabel II, foi forçado a abandonar o núcleo sénior da realeza depois do escândalo sexual em que se viu envolvido. Já Harry, em 2020, juntamente com Meghan Markle, decidiu sair por conta própria de maneira a ter uma vida independente nos Estados Unidos.

Leia Também: Meghan Markle "feliz" após livrar-se de acusações de bullying

Leia Também: Príncipe Harry não desiste. Processo contra Home Office vai a tribunal

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.