Gene Simmons viu o seu nome envolvido num escândalo sexual. O artista está a ser acusado de, alegadamente, ter tocado indevidamente na vagina de uma mulher em 2016.

De acordo com os documentos obtidos pelo TMZ, a mulher - cujo o nome não foi revelado e está a ser tratada como Jane Doe – era empregada de um dos restaurantes do vocalista da banda Kiss, Rock & Brews, sendo a pessoa responsável por lavar a louça. Um dia, conta a mulher, o artista fez uma visita ao estabelecimento e o gerente do cantor, assim como os seus colegas de trabalho, incentivaram-na a tirar uma fotografia com Gene.

A suposta vítima afirma que o gerente de Simmons aproximou-se dele e, quando foi para tirar a foto, o artista terá “esticado o braço e colocado a mão na sua vagina, cobrindo-a por completo”.

A mulher assegura que tentou impedir o cantor e que, depois da foto já ter sido tirada, mostrou-a aos colegas de trabalho.

Além disso, Jane Doe acusa ainda Gene de ter tido um comportamento inapropriado com outras mulheres durante a visita, alegando que este lhes tocou na mão e as encorajou a desapertar as camisas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.