Britney Spears continua a batalhar em tribunal pela sua liberdade e fim da tutela exercida pelo pai há 13 anos.

Quanto a este processo, o ex-marido da celebridade, Kevin Federline, está preocupado com a possibilidade da artista voltar a assumir o controlo da sua vida "sem a avaliação de um especialista", conforme notou o seu advogado.

"Já vi notícias que dizem que a Britney quer que [a tutela] termine sem a avaliação de um especialista", disse Mark Vincent Kaplan ao Page Six.

"Uma coisa que posso imaginar que engendrará um diálogo adicional, caso seja encerrado, é que sei que ela revelou na declaração que fez [em tribunal] que recebeu lítio e acho, como se pode imaginar, que o lítio é considerado uma medicação psicotrópica poderosa", continua.

"Por isso, se a tutela estiver para terminar ou até mesmo se terminar sem a avaliação de um especialista, tenho a certeza que o Kevin quererá saber, pelo menos, quais as condições em que o lítio foi prescrito", nota ainda.

Apesar destas preocupações, Federline acredita que a saúde e a felicidade da artista são essenciais, sobretudo por causa dos filhos que têm em comum - Sean Preston, de 15 anos, e Jayden James, de 14.

"Foi difícil vê-la mal. O Kevin não tem mesmo informações sobre o que se passa na tutela, mas obviamente se a Britney está com saúde, bem e numa fase boa, isso é ótimo. Ele quer que ela seja feliz e saudável", completou.

Recorde-se que Kevin Federline, de 43 anos e Spears, de 39, estiveram casados entre 2004 e 2007.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.