A propósito do Dia Mundial do Prematuro, a Dodot, marca de produtos para bebés, divulgou na sua conta oficial de Instagram um vídeo de uma campanha de solidariedade sobre o tema. A marca em questão pedia aos seus seguidores que partilhassem as imagens, identificando a sua página, e prometia oferecer 1 euro por cada partilha à associação xxs.prematuros. O valor monetário tinha, contudo, um máximo de 10 mil euros.

O público aderiu em massa e as partilhas superaram em muito as expectativas da marca, porém esta está longe de ser uma campanha consensual.

Enquanto uns aplaudem o gesto, outros acusam a marca, que já fez este donativo em anos anteriores e sem pedir que para isso fossem feitas partilhas, de estar a usar a causa para fazer um 'golpe de marketing'.

E a indignação chegou também às figuras publicas portuguesas. Diogo Piçarra, por exemplo, comentou a publicação com o seu perfil oficial: "Tenham vergonha na cara. Caridade não deve ser publicidade", defende o músico.

Também Agir, Bernardo Correia, reagiu à publicação escrevendo: "Nojento".

Importa referir que, tendo em conta o elevado número de partilhas e perante as duras críticas, a marca Dodot fez saber que pondera aumentar o donativo.

Leia Também: TVI vai ignorar regras da Covid-19 no BB? "Uma vergonha. Irresponsáveis"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.