Como a própria já tinha anunciado na sua conta do Instagram, Rita Pereira é a protagonista da capa da mais recente edição da revista Forbes Portugal. Uma conquista que não podia ter deixado a atriz mais feliz, assim como deixou também orgulhosos os que a rodeiam e seguem.

Cláudio Ramos não deixou passar em branco este momento especial para a artista e fez questão de destacá-lo na sua conta do Instagram, mostrando-se atento ao trabalho da mesma.

"Não publiquei nada antes de falar publicamente. Falei hoje. Não sou íntimo da Rita mas sou atento ao seu caminho e nunca escondi isso. Como sou atento ao seu caminho e conheço este mundo e como é feito, sei que esta capa é uma conquista. Está de parabéns a Rita e a sua força de vontade que nunca permitiu que ela deixasse de acreditar. Teve golpes de oportunidade no caminho? Pode ser que sim, mas a sorte ‘trabalha-se’ com audácia e com isso teve também dedicação, esforço, suor e, quase que aposto, algumas lágrimas", começou por escrever o comentador e apresentador da SIC no Instagram.

Mas não ficou por aqui e defendeu: "Esta capa deveria ter sido partilhada pelas pessoas próximas da Rita. As que a bajulam, lhe enchem o whatsapp de mensagens e áudios bonitos, as que fazem declarações de interesses cheias de boas intenções... Esta capa, deixou-me orgulhosamente vaidoso e deveria estar em cima da secretária dos críticos e alguns jornalistas que já ofenderam a Rita para engolirem em seco o que já escreveram e disseram, porque o fizeram - muitas vezes - debaixo do preconceito. Porquê? Porque vivemos num maravilhoso Portugal onde um rótulo na testa é muitas vezes mais forte que o caminho que se faz. Concordado ou não com esse caminho, ele tem de ser reconhecido. Parabéns Rita".

Leia Também: Rita Pereira mostra presente de 'luxo' que Luís Borges ofereceu ao filho

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.