Radiante depois de ter casado com o companheiro, Pedro, no dia 10 de outubro, e logo após regressar da lua-de-mel, Catarina Gouveia esteve à conversa com João Baião e Diana Chaves.

"Estou a viver uma fase mesmo muito feliz. Acabei de regressar de lua-de-mel. Ainda estou em mel", destacou desde logo a atriz, esta terça-feira.

Começando por recordar o casamento, realizado no Algarve, Catarina Gouveia afirma que este foi um dia único. "Parece que foi recheado de magia, pequenos detalhes... parece que estava tudo numa perfeita harmonia. Foi muito especial", lembrou.

Inicialmente, a atriz e o agora marido tinham pensado em convidar 100 pessoas. No entanto, alteraram a lista por causa da pandemia da Covid-19, dando o nó na presença de 40 convidados.

Casar nunca foi um sonho que idealizou, mas, depois do pedido de casamento começou a ver tudo de outra forma: "A perspetivar o casamento como o oficializar da relação e de um amor perante as pessoas que nos querem bem, a nossa família e amigos".

O jantar no dia de casamento foi realizado ao ar livre "para segurança de todos, com o devido distanciamento".

De seguida, Catarina recordou o pedido de casamento, em Paris, uma viagem oferecida pelo companheiro que, supostamente, seria apenas para celebrar o seu aniversário. No entanto, acabou por ser surpreendida. "Estava super desligada, achava que era mesmo para celebrar o aniversário, e ele surpreendeu-me com um bonito pedido de casamento", lembrou. "Foi muito especial e foi a partir daí que comecei a pensar no casamento", acrescentou.

Depois seguiu-se a lua-de-mel, nas Maldivas, onde estiveram a desfrutar de uns dias de descanso, uma experiência em que a máscara ficou de lado.

Catarina explicou que todas as pessoas que estão na ilha estão completamente isoladas. "48 horas antes de chegar à ilha somos testados. Nunca tiramos a máscara quando chegamos à ilha. Depois fomos isolados num quarto, voltamos a repetir o teste e só depois é que saímos com os resultados negativos", detalhou.

Quando tiveram autorização para sair do quarto, recorda, saíram para tomar o pequeno-almoço de máscara e eram os únicos que estavam a usar o equipamento de proteção individual. Entretanto, um dos responsáveis pelo local foi falar com o casal e explicou que podiam andar sem máscara porque todas as pessoas eram testadas duas vezes antes de andarem pela ilha. E o staff, com 400 pessoas, não sai da ilha há quatro meses.

"Há uma segurança e liberdade que já não sentia desde que desconfinamos, em abril ou maio. Ali nada se passava, voltamos aos tempos que quase que parece o antigamente. Foi muito especial", destacou.

A preparar-se para viver na casa de sonho que está a construir com o marido, Catarina Gouveia não deixou de elogiar o companheiro, descrevendo-o como uma pessoa "maravilhosa e extremamente educado". "Esse é o maior luxo que podemos carregar, a nossa educação, e cativou-me logo pela educação dele. Não passa despercebida. [...] É muito preocupado com os outros, e eu sendo agora a mulher dele, sinto que ele está sempre preocupado se está tudo bem ou não", acrescentou.

Diana Chaves e João Baião quiseram ainda saber se o casal está a pensar ter filhos. "Sim, acho que sim. Talvez para o ano, não sei. É quando tiver de ser", respondeu Catarina Gouveia.

Leia Também: Viagem de sonho de Catarina Gouveia chega ao fim. Eis as melhores fotos

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.