O primeiro-ministro britânico, o conservador Boris Johnson, destacou "o inspirador senso de dever e a dedicação inabalável à nação" demonstrado pela rainha Isabel II no 70.º aniversário do seu reinado, que hoje se assinala.

"Hoje marca um momento verdadeiramente histórico, pois Sua Majestade a Rainha torna-se a primeira monarca britânica a celebrar um Jubileu de Platina", diz a mensagem do primeiro-ministro.

"Ao longo de seu reinado de sete décadas, ela demonstrou um inspirador senso de dever e dedicação inabalável a esta nação", afirmou.

Boris Johnson prestou "homenagem aos seus muitos anos de serviço" e lembrou que de 2 a 5 de junho o Reino Unido poderá unir-se para celebrar "o reinado histórico" com atos públicos.

A rainha Isabel II, de 95 anos, assinala hoje o 70.º aniversário no trono, tornando-se na primeira soberana britânica na história a atingir o Jubileu de Platina, apesar de inicialmente não estar destinada a herdar a coroa.

A ascensão aconteceu em 1952 devido à morte prematura do pai, Jorge VI, que por sua vez chegou ao trono britânico porque o irmão Eduardo VIII abdicou para se casar com a norte-americana, duas vezes divorciada, Wallis Simpson.

Dos primeiros dias como uma jovem monarca glamorosa com tiaras brilhantes até ao papel mais recente de "avó" dos britânicos, Isabel II acompanhou, ao longo das últimas sete décadas, várias crises, como o fim do Império Britânico, as greves dos anos 1980, o conflito na Irlanda do Norte, ataques terroristas, o 'Brexit' (processo da saída do Reino Unido da União Europeia) e a pandemia de covid-19.

Desde que subiu ao trono, o Reino Unido já teve 14 primeiros-ministros, os Estados Unidos 13 Presidentes e o Vaticano sete Papas.

Apesar das muitas mudanças e de diversas crises, a monarca tem sido um símbolo de estabilidade, representando os interesses do Reino Unido no estrangeiro e mantendo-se acima da política interna.

A morte da princesa Diana, em 1997, as acusações de racismo no seio da família real feitas pelo neto, o príncipe Harry, e, mais recentemente, o processo de alegados abusos sexuais contra um dos seus filhos, o príncipe André, foram outros dos acontecimentos que abalaram a monarquia britânica nas últimas décadas.

Tal como os Jubileus de Ouro (2002) e de Diamante (2012) da Rainha, a primeira semana de junho foi escolhida para as comemorações, quando as condições meteorológicas são mais favoráveis a eventos ao ar livre.

Leia Também: Isabel II, a primeira monarca britânica a completar 70 anos no trono

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.