A One Campaign, instituição sem fins lucrativos criada por Bono em 2004, está no centro das atenções, mas não pelos melhores motivos.

A instituição foi investigada, após terem sido feitas várias denúncias por antigos funcionários da mesma, que revelam que foram vítimas de bullying e intimidados pelos superiores. Aliás, uma das colaboradoras afirmou que foi alvo de comentários de teor sexual por parte do chefe.

Perante as declarações, Bono quebrou o silêncio e pediu desculpa. “Estamos profundamente arrependidos. Odeio bullying, não consigo suportar isso”, disse ao Mail este domingo.

O artista confessou ainda que ficou “furioso” quando soube das alegações em novembro do ano passado em relação a “preocupações sobre baixa moral e má gestão”, mas afirmou que não tinha conhecimento sobre as mais recente acusações.

“A instituição não conseguiu proteger estes funcionários e eu tenho que assumir alguma responsabilidade”, acrescentou, dizendo ainda que gostava de conhecer todas as vítimas para pedir-lhes desculpa pessoalmente.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.