Junho é o mês do orgulho gay e a revista Billboard divulgou uma carta que Ariana Grande escreveu para a comunidade LGBT.

Uma nota onde a artista elogia todos os membros da comunidade, sem esquecer do irmão, Frankie, de 35 anos.

“Não há nada mais contagioso do que a alegria e o amor que a comunidade LGBT espalha. Cresci com um irmão gay, que me inspirou em cada momento. Sempre foi o meu ídolo e tudo o que fazia, eu fazia também. Não me lembro de alguma diferença do Frankie antes e depois de assumir a homossexualidade. Ensinaram-me a maquilhar em bares gays em Nova Iorque. Tive a minha estreia na Broadway aos 14 anos e fiz oito espetáculos por semana, mas não havia uma noite em que estivesse cansada demais para ir a um bar gay fazer um rápido cover de Whitney antes de ir dormir”, disse a artista.

Na mesma carta, Ariana Grande aproveita para deixar uma mensagem de agradecimento à comunidade LGBT por ser uma inspiração para si.

“O amor é como a música. Não tem fronteiras e não é exclusivo de nenhum género, sexualidade, raça, religião ou idade. É uma liberdade e um luxo que todas as pessoas devem ser capazes de absolver e aproveitar cada momento. Estou eternamente grata e sou inspirada pela comunidade LGBT”, concluiu.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.