Hélder Reis está de luto. A mãe do apresentador da RTP1 morreu, tal como o próprio já o tinha revelado numa entrevista a Cristina Ferreira. Esta terça-feira, dia 31, Hélder partilhou no seu blog - 'Água em Azeite' - o texto que leu em homenagem à progenitora no dia em que se despediu dela.

"A vida destes dias é mesmo isto, adoecem, morrem, e nós temos de continuar, nós os que ainda não padecemos, achando que ainda está longe de nos bater à porta. Deixo-vos o texto que escrevi para o funeral da minha Margarida. Porque sou escritor, e fui filho, e este não é um sentimento só meu", começa por referir.

Já no texto acrescenta: "A minha mãe, era uma mulher simples, e sabemos tão bem como é difícil e sábio, ser-se simples num mundo tão complicado. O meu amigo Nelson ensinou-me que uma mãe não morre. Ainda não aprendi bem esta lição, mas sendo assim, até já mãe Margarida, doce Guidinha, como lhe chamavam quem lhe conhecia o coração. Obrigado, por tanto amor, serenidade, resistência, humildade, sabedoria e paz. Até já, mãe".

Leia o texto completo aqui.

Leia Também: Hélder Reis viveu 12 anos no seminário: "Estive a meio ano de ser padre"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.