Localizado na zona onde o Rio Fontanka se cruza no Rio Neva, o Jardim de Verão de São Petersburgo é uma das atrações turísticas da segunda maior cidade da Rússia. Inaugurado em 1704 pelo czar Pedro, o grande, que se envolveu pessoalmente na sua conceção, este parque urbano está repleto de árvores, vegetação luxuriante, plantas raras, estátuas de mármore vindas de vários pontos da Europa e fontes com repuxos e jogos de água surpreendentes.

Funcionou, numa fase inicial, como o prolongamento do Palácio de Verão, construído pelo prestigiado arquiteto Domenico Trezzini. Era lá que os czares passeavam e foi também lá que muitos nobres convidados dançaram nos bailes promovidos para entreter as classes mais abastadas. Hoje, na sua segunda vida, com os seus cafés, a sua horta pedagógica e os seus misteriosos tuneis cobertos de hera, continua a ser um espaço de fruição apreciado pelos locais e pelos turistas.

Em 1777, as fortes inundações que se fizeram sentir na cidade destruíram esculturas e fontes, arrasaram plantas e arrancaram árvores mas, uns anos depois, foram feitos trabalhos de recuperação e, hoje, os jardins exibem 79 estátuas de herois da antiguidade como as que foram feitas por escultores italianos dos séculos XVII e XVIII, naquela que é a mais antiga coleção de esculturas de jardim do país.

E foi precisamente essa a inspiração para o conceito decorativo do Hotel Indigo St Petersburg - Tchaikovskogo, uma unidade hoteleira do InterContinental Hotel Group (IHG). Os painéis que decoram as paredes dos 119 quartos e suites que integram este boutique hotel, em funcionamento há cerca de meia dúzia de anos, exibem fotografias estilizadas da estatuária, do gradeamento e do património botânico do parque urbano, localizado nas proximidades.

Mas toda essa temática está também presente nos pormenores decorativos que podem ser observados nesta unidade hoteleira, que aposta num conceito moderno e urbano para atrair hóspedes exigentes e cosmopolitas. Nas áreas comuns, predominam a pedra e o branco, contrastando com peças de mobiliário de design contemporâneo, figuras geométricas e formas trabalhadas em cores mais contrastantes.

Átrio futurista num boutique hotel que esbanja charme

Situado perto da Ponte Liteiny, uma das muitas que atravessam a cidade, o Hotel Indigo St Petersburg - Tchaikovskogo ocupa o que outrora foi uma mansão neo-clássica. Por fora, mantém a fachada tradicional, à semelhança do que sucede com outros hotéis da marca Indigo da IGH, como o de Roma, mas por dentro foi completamente transformado e modernizado. O logradouro que existia no interior do edifício é hoje um átrio imponente e futurista, repleto de luz natural.

O vidro, a pedra, o metal e instalações artísticas suspensas conferem uma beleza surpreendente. É neste espaço, que tem vários andares, que funciona o Vino&Voda, o restaurante do hotel. E é também neste local que está a sala que serve os pequenos-almoços entre as 07h e as 11h da manhã, paredes-meias com o Afisha Bar. Elegante, moderna e confortável, esta unidade hoteleira ocupa um edifício que é considerado uma das pérolas da arquitetura da Tchaikovskogo Ulitsa.

A rua foi batizada em honra de Pyotr Tchaikovsky, o famoso compositor russo de música clássica, óperas e sinfonias, que lá viveu na década de 1850. Não foi, no entanto, a única celebridade a passar por lá. Em 1711, Pedro I, também conhecido como o grande, o czar que foi o primeiro imperador do império da Rússia mandou edificar, na rua em frente a uma das laterais do hotel, uma fábrica de construção de armas e canhões.

Em 1808, encerrou-a mas, das janelas dos quartos do hotel e do terraço da cobertura, um espaço onde o acesso aos hóspedes da unidade hoteleira não é permitido mas onde fomos convidados a subir pela direção, ainda se avista a fachada da antiga fundição. Dos quartos mais altos do edifício, podem-se ainda ver alguns dos prédios mais altos da cidade e também assistir ao levantar e ao baixar das pontes do Rio Neva.

Um acontecimento que, à noite, atrai muitos locais e muitos turistas às margens, para observar o movimento de deslocação dos tabuleiros e o desfilar dos barcos nas águas. Um espetáculo único que, mais do que a subida e a descida das plataformas móveis, surpreende pelo clima de confraternização e de convívio que se gera entre a plateia de curiosos que assiste ao espetáculo.

Veja na página seguinte: As artes homenageadas nos corredores do hotel

As artes homenageadas nos corredores do hotel

As estátuas que hoje se podem ver no Jardim de Verão de São Petersburgo e que estão imortalizadas nalguns dos painéis que decoram os quartos do Hotel Indigo St Petersburg - Tchaikovskogo são réplicas. As originais, por questões de preservação, foram retiradas e estão fechadas a sete chaves, longe dos olhares públicos. Perdidos no tempo ficaram também alguns dos famosos bailados russos e algumas das composições de Tchaikovsky.

Muitos deles foram transformados em pinturas abstratas, como as que decoram os corredores e as áreas comuns do boutique hotel de São Petersburgo. É impossível não se reparar nelas ao entrar e ao sair do quarto, algo que acaba por acontecer muitas vezes, porque este é um hotel que pede para ser vivido. Além de um espaço de apoio a negócios, o Hotel Indigo St. Petersburg - Tchaikovskogo dispõe ainda de um spa com serviços de massagem, duas saunas e uma piscina interior.

À semelhança de todo o hotel, também ela foi inspirada no famoso jardim russo, além de um centro de fitness, de seis salas para reuniões e eventos, de um bar e de um restaurante. A ementa, que aposta numa cozinha internacional de fusão confecionada com ingredientes locais, tem mais de 30 pratos. Para começar, a salada de peito de pato com bagas vermelhas, que provámos na altura, é uma opção a ter em conta.

A lista inclui ainda especialidades como carpaccio de polvo com molho de fruta, salmão com tostas e creme verde e sobremesas como figo com queijo de cabra, mel e vinho do Porto com geleia de rosmaninho, pera cozida em vinho tinto com gelado e tortellini de chocolate com ricotta e bagas com natas, que podem ser saboreadas com uma das 100 variedades de vinho ou das 50 marcas de água mineral de todo o mundo que o hotel disponibiliza.

No Afisha Bar, também aberto ao público, além de poder confraternizar tranquilamente com habitantes locais, também se pode deliciar com as inúmeras variedades de vodca e de cerveja que o país produz. Uma oportunidade excelente para (re)descobrir bebidas exóticas e diferentes, muitas delas desconhecidas da maioria dos portugueses.

Uma maneira diferente de (re)descobrir a cidade

A uma distância de cerca de 10 minutos da Nevsky Prospekt, a mais dinâmica e agitada avenida comercial e cultural de São Petersburgo, o Hotel Indigo St Petersburg - Tchaikovskogo está localizado num bairro histórico, numa zona residencial, mais tranquila. Os que reservam a estadia diretamente com a unidade hoteleira podem alugar gratuitamente bicicletas para percorrer as ruas que a rodeiam mas as vantagens não se ficam por aqui.

O preço pode incluir ainda uma massagem tailandesa gratuita no spa, um voucher com oferta de bebidas no restaurante do hotel e produtos do minibar grátis. Os menos desportistas podem, contudo, percorrer a cidade a pé ou de metro. A estação mais próxima fica a apenas cinco minutos e é um excelente ponto de partida para descobrir algumas das principais atrações turísticas da localidade, como é o caso do Palácio de Inverno de São Petersburgo e do Museu Hermitage.

Imperdível é a Catedral de Santo Isaque e da Igreja da Ressurreição do Salvador sobre o Sangue Derramado, também conhecida como Catedral do Sangue Derramado, por ser o local onde foi assassinado o czar Alexandre II. Inspirada na Catedral de São Basílio, esta igreja ortodoxa ostenta mais de 7.000 metros quadrados de mosaicos. É um dos mais emblemáticos e impressionantes edifícios da antiga Leningrado, nome que teve entre 1924 e 1991, depois de batizada de Petrogrado entre 1914 e 1924.

Veja na página seguinte: A fortaleza histórica e os jardins imperdíveis

A fortaleza histórica e os jardins imperdíveis

Como está muito próximo do rio, o Hotel Indigo St Petersburg - Tchaikovskogo permite também o acesso fácil à Fortaleza de Pedro e Paulo, a cidadela original da cidade. Desenhada por Domenico Trezzini e fundada em 1703, contém diferentes edifícios memoráveis, incluindo a Catedral de Pedro e Paulo com a sua icónica torre dourada, onde estão enterrados os czares que reinaram no país desde os tempos de Pedro, o grande, até Nicolau II. Fiódor Dostoiévski e Leon Trotsky estiveram presos na prisão da ilha.

O passeio merece ser feito a pé, tranquilamente, enquanto observa, ao longe, as outras ilhas, pontes e monumentos históricos que poderá visitar mais tarde. Se tiver oportunidade, não deixe de fazer uma viagem de barco rápido até Peterhof para visitar o complexo de palácios, de jardins e de lagos inspirados em Versalhes mandados construir por Pedro I. Considerado Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, este é um dos parques urbanos mais visitados da região de São Petersburgo.

Texto: Luis Batista Gonçalves

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.