Datado de 1918 e localizado sobre a falésia da Praia da Rocha, Portimão, Algarve, com acesso direto à praia, o Bela Vista Hotel& Spa é um hotel boutique de luxo erguido num Palacete do século XX.

Trata-se de um projeto contemporâneo com as matrizes do passado, reinterpretado de forma harmoniosa por Graça Viterbo, que preserva a estética romântica que o inspirou.

Mandado construir como residência particular de António Júdice de Magalhães Barros foi inaugurada em fevereiro de 1918, tendo como convidado de honra o Presidente da República Sidónio Pais. A “Vila de Nossa Senhora das Dores”, onde cresceram as cinco filhas de Magalhães Barros, foi palco de festas memoráveis, com grandes artistas e políticos.

Antes da conclusão das obras, o Bela Vista abriu adaptado para receber famílias de Andaluzia fugidas à guerra civil de Espanha.

Entre hóspedes ilustres contam-se, entre muitos outros, Sidónio Pais, Rei Humberto de Itália, Fulgêncio Baptista, os Condes de Barcelona, o Presidente Brasileiro Juscelino de Oliveira. Em lugar de destaque está o grande Herói da Finlândia, Carl Gustaf Emil Mannerheim, cuja fotografia e carta de apreço se encontram sobre o ilustre piano de cauda.

O período da II Grande Guerra Mundial foi a época mais marcante na longa história do Bela Vista Hotel. Portugal, politicamente neutro, serviu de entreposto ao cruzamento de informação, com o hotel como local privilegiado de encontro de espiões e correios.

Toda a renovação do hotel teve como principal preocupação o conforto dos seus clientes, num design muito atual que combina de forma perfeita luz, espaço, textura, cultura e memórias.

Mas a história continua. Depois da sua remodelação recente, passaram pelo Bela Vista Presidentes da República como Mário Soares e Marcelo Rebelo de Sousa, que deixaram registados no livro de honra os seus comentários.

O piano de decoração francesa que faz as delícias dos visitantes

Entre a mistura de cores, tecidos e texturas, uma das peças de eleição de visitantes e clientes do Bela Vista Hotel & Spa é o seu piano de cauda que foi recuperado através da técnica de “découpage”.

De origem francesa, a técnica “découpage” significa decorar superfícies com recortes de tecidos, revistas ou até outros tipos de papel.

Veja aqui algumas imagens do hotel e do piano:

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.