O Museu do Oriente apresenta, de 8 de junho a 13 de janeiro de 2013, a exposição “O Chá. De Oriente para Ocidente”.

Mais do que uma simples mostra de peças, a exposição contextualiza-as e insere-as no mundo em que foram feitas, tornando patente um diálogo civilizacional informal que continua nos dias de hoje e valorizando o papel de Portugal como mediador do conhecimento do chá entre o Extremo Oriente e a Europa.

A exposição prova como uma simples planta e a infusão daí resultante desempenham um papel importante no desenvolvimento de uma determinada civilização e nas trocas culturais entre diferentes povos, nomeadamente através dos aspetos materiais associados ao seu consumo (porcelanas, mobiliário, espaços, pinturas e prataria entre outros objetos), mas também dos aspetos habitualmente menos conhecidos da difusão da planta e da sua transformação em chá fora do mundo sínico.

Para além do aspeto material associado ao seu consumo, o chá desempenhou ainda um papel importante no campo da medicina e da farmacopeia, antes do chá passar a ser encarado como uma simples bebida a partir de meados do século XVIII.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.