O turismo em território nacional continua em alta e o número de jornalistas estrangeiros que vêm até cá para o promover também não dá sinais de abrandar. Num artigo publicado nos últimos dias, o tabloide britânico The Sun, um dos mais lidos no Reino Unido, sugere aos seus leitores que visitem Lisboa e arredores. "Jogos de azar, surfe e passeios... Faça uma pausa na deslumbrante estância de Cascais em Portugal" é o título da reportagem.

"A ribombante grandiosidade do [oceano] Atlântico, um glamoroso resort [turístico] numa falésia que parece ter saído de um filme de James Bond e a joia histórica que é Lisboa, Portugal tem tudo", elogia o jornalista Andrew Parker, que apanhou no Cais do Sodré o comboio que liga a capital portuguesa a Cascais. "Se existe um percurso ferroviário com uma vista melhor do que esta, gostava de saber qual é", escreve logo no início.

20 motivos para largar tudo e aproveitar mais Portugal
20 motivos para largar tudo e aproveitar mais Portugal
Ver artigo

"Apanhámos o comboio às 10h05 e pensávamos que passaríamos os 40 minutos da viagem agarrados aos nossos telemóveis", confidencia. Não foi, de todo, o caso. "Mal deixámos a estação, a vista deixou-nos de boca aberta", garante.

"Até pagaríamos os preços cobrados nos transportes ferroviários britânicos para a ver mas aqui temo-la por uns trocos. Os bilhetes custam menos de cinco libras [5,5 euros] e o serviço funciona das 06h00 até à 01h00", informa o jornalista.

Além do "fabuloso Hotel Albatroz", como o descreve, Andrew Parker elogia os restaurantes do centro da vila cascalense. "Comer fora não é caro. Almoçámos atum grelhado e robalo na grelha com salada e bebemos uma garrafa de vinho branco de produção nacional e dois cafés por menos de 30 libras [35 euros]", refere. "Na linha costeira, há vários tipos de restaurantes, incluindo italianos, chineses, tailandeses e indianos", descreve.

O casino e as praias

Os elogios não se ficam por aqui. "A marina [de Cascais] está cheia de iates e de barcos de recreio que valem milhões. Parece uma espécie de Marbelha portuguesa", compara o jornalista, que também se deixou seduzir pelo Casino Estoril. "É o maior da Europa e é famoso por ter sido a inspiração de Ian Fleming, criador de James Bond, para o livro na génese de um filme de grande êxito [da saga 007]", conta, referindo-se a "Casino Royale".

"Ele adorava a costa de Cascais", confidencia. A praia do Guincho, o Palácio de Monserrate e "as montanhas da assombrosa vila de Sintra", como a descreveu, também são sugeridas por Andrew Parker que, no dia a seguir, preferiu deixar o carro que alugou em Cascais para regressar novamente  de comboio à capital. "Todas as cidades que ficam junto ao mar, como o Rio [de Janeiro], Dublin ou Sydney, têm um fator X. Lisboa não é exceção", conclui.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.