A European Best Destinations (EBD), portal de viagens sem fins lucrativos sediado em Bruxelas, publica regularmente listas com os melhores destinos para visita de acordo com diferentes itens.

Com o Natal no horizonte do calendário anual de grandes eventos, aquela entidade, promovida pela European Consumers Choice e  dedicada a avaliar produtos e serviços, anunciou as suas escolhas para deslocações de final de ano seguras. Isto, considerando todas as restrições e cuidados impostos pela pandemia provocada pela COVID-19.

De acordo com a EBD, a Madeira encabeça uma lista de 15 destinos de mercados de Natal, tidos como os mais seguros do velho continente.

Na publicação “Coronavirus - Safest Christmas Destinations”, a EBD enfatiza, no que respeita à Madeira, o reduzido número de casos de COVID-19 por milhão de habitantes e as condições criadas para receber em segurança os turistas.

Para o efeito, aquela entidade apurou a sua seleção com base em critérios como “casos de COVID-19 por milhão de habitantes, número de camas hospitalares por habitante, proximidade dos aeroportos, estabelecimento de medidas sanitárias, tabelas de higiene nos hotéis, lojas, restaurantes, transportes públicos e locais públicos”.

Uma lista que acresce itens como “fornecimento de géis hidroalcoólicos, máscaras e, por último, mas não menos importante, vias de circulação no mercado de Natal”, lemos na página da EBD.

A mesma entidade alerta que “nos mercados de Natal mais seguros da Europa, os métodos de pagamento sem contato são a norma, os comerciantes têm máscaras ou viseiras de proteção e uma rota sinalizada permite que os visitantes não se cruzem”.

Na lista liderada pelo arquipélago Atlântico, encontramos nas dez primeiras escolhas da EBD Talin (Estónia), Viena (Áustria), Craiova (Roménia), Praga (República Checa), Gdansk (Polónia), Dresden (Alemanha), Zagreb (Croácia), Baden-Baden (Alemanha), Bratislava (Eslováquia).

Na página do Governo Regional da Madeira os interessados encontram informação atualizada sobre a COVID-19 no arquipélago. Entre as medidas em vigor para a Madeira e Porto Santo, está a obrigatoriedade de apresentar um teste negativo para a COVID-19 efetuado nas 72 horas anteriores ao embarque para o arquipélago madeirense.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.