A UNESCO distinguiu cinco geoparques portugueses, integrando-os na sua rede mundial. Naturtejo e Estrela, no Centro de Portugal, Arouca e Terras de Cavaleiros na área do Porto e Norte e nas ilhas dos Açores no oceano Atlântico também pode encontrar um Geoparque com características únicas. Além disso, com a importante missão de conservar e proteger os valores naturais e culturais destas zonas deslumbrantes, bem como a promoção do desenvolvimento sustentável envolvendo as comunidades locais.

Em segurança e seguindo todos os passos, pode desvendar mistérios ímpares que as crianças vão querer explorar e dar a conhecer aos seus amigos e familiares. Uma nova descoberta é sempre um momento memorável para os mais pequenos e estes geoparques assumem o papel de estimular o espírito de turista em pequenos e graúdos, garantindo experiências gratificantes.

Geoparque Naturtejo, Castelo Branco

Da Raia à Beira Interior, passando pelo Pinhal Interior até ao Alto Alentejo, este é um território de elevado potencial turístico e com inúmeros fatores de atração. Por ser uma região vasta, mas homogénea, o Geoparque Naturtejo oferece uma grande variedade de produtos turísticos, tendo como mais-valia comum a natureza e as excelentes infraestruturas. Tudo para satisfazer as necessidades e exigências de todo o tipo de visitantes.

Gozando de uma excelente localização e acessos, o Geoparque Naturtejo abre-lhe os horizontes e oferece-lhe cerca de 5000 km2 de terra para descobrir. Apure todos os seus sentidos e deixe-se surpreender. Veja o que esta região tem para lhe mostrar, ouça o que as gentes têm para contar, sinta as marcas que o tempo foi deixando, delicie-se com os aromas que se desprendem da paisagem e saboreie cada momento como se tivesse todo o tempo do mundo.

Geoparques da UNESCO: mostre aos miúdos segredos geológicos milenares

Estrela Geoparque, Serra da Estrela

O Estrela Geopark inclui parte ou totalidade dos nove municípios que se estruturam em torno da serra da Estrela – Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Fornor de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Oliveira do Hospital e Seia, fator que lhes confere identidade e coesão territorial.

Com uma área de 2216 km2, o território deste Geoparque Mundial da UNESCO traduz uma paisagem diversificada, resultado das múltiplas transformações geológicas, dos contrastes climáticos registados, bem como da antiquíssima ocupação humana, cujos primeiros registos remontam a inícios do IV milénio a.C. Este é um lugar onde a beleza selvagem se funde com a história milenar.

Geoparques da UNESCO: mostre aos miúdos segredos geológicos milenares

Arouca Geoparque, Arouca

E se, de repente, se abrisse, diante de si, na paisagem rochosa, nos rios que correm com pressa, no verde da paisagem, no silêncio da montanha, um livro vivo, contando a história da Terra? Sim, aqui, no Geoparque Arouca, é possível viajar no espaço e no tempo. Quem chega, não consegue deixar de surpreender-se a cada passo, e o destino não é apenas o fim da viagem. É, antes, o início de uma outra aventura, recuando no tempo, até ao início de uma história com mais de 500 milhões de anos.

Neste lugar, pode encontrar a maior ponte pedonal suspensa do mundo – a ponte 516 Arouca, rotas dos geossítios, rota europeia atlântica de geoturismo, rota da água e da pedra, rota das minas, roteiros, projetos educativos, percursos pedestres, aldeias tradicionais, estações de biodiversidade e ainda pode visitar os Passadiços do Paiva.

Geoparques da UNESCO: mostre aos miúdos segredos geológicos milenares

Açores Geoparque, Açores

O arquipélago dos Açores apresenta uma rica e vasta geodiversidade e um importante património geológico, composto por diversos locais de interesse científico, pedagógico e turístico.

Dado o carácter arquipelágico da região, o Geoparque Açores assenta numa rede de geossítios, dispersos pelas nove ilhas e zona marinha envolvente, que garante a representatividade da geodiversidade que caracteriza o território açoriano, traduz a sua história geológica e eruptiva, com estratégias de conservação e promoção comuns e baseada numa estrutura de gestão descentralizada e com apoio em todas as ilhas.

Percorrer os trilhos pedestres e miradouros, visitar as plantações de chá, observar cetáceos, mergulhar no oceano azul, observar pássaros, degustar o “cozido das Furnas”, a doçaria regional e os vinhos regionais e apreciar o artesanato, são algumas das sugestões para desfrutar no arquipélago.

Geoparque Terras de Cavaleiros, Macedo de Cavaleiros

O Geoparque Terras de Cavaleiros é uma área geográfica bem definida, coincidente com os limites administrativos do Concelho de Macedo de Cavaleiros, com um importante património geológico ao qual se soma um grande património de biodiversidade, um notável património histórico-cultural, os produtos locais, a rica gastronomia e a arte de bem receber das suas gentes.

O singular Património Geológico dá a oportunidade de percorrer milhões de anos na história da Terra, despertando o interesse de geólogos de todo o mundo. O Património Natural é diferenciador, com paisagens deslumbrantes e preservadas, mantendo viva a identidade do povo, que conserva o segredo de tratar a terra, a mestria com que confeciona os seus pratos e o carinho com que acolhe aqueles que o visitam.

Geoparques da UNESCO: mostre aos miúdos segredos geológicos milenares

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.