O “Drive-i!”, nome nascido do Festival i!, que não foi possível realizar devido à pandemia de COVID-19, é destinado a crianças e adultos, com sessões às 18:30 de sábado, dia 30, e domingo, dia 31, pelas 18:30, no estacionamento da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA), sendo a lotação limitada a 40 viaturas.

“Será um momento de fruição artística em família, sem sair do conforto do carro e cumprindo todas as normas de saúde pública, em que as famílias poderão voltar a assistir a um espetáculo ao vivo, com o som do espetáculo a ser transmitido para os autorrádios dos espetadores, mas com os artistas em palco, à sua frente”, salienta a organização.

O espetáculo “Canções Difíceis Fáceis de Saber”, uma criação da d’Orfeu, é interpretado por Laura Rui (voz), Catarina Valadas (flauta, ukulele e voz) e Sónia Sobral (acordeão), “desenrolando um novelo de canções estimulantes aos ouvidos de todas as idades, traduzindo temáticas quotidianas para a perceção infantil”.

“São pequenas sementes de consciência social através de sílabas desordenadas, piruetas com as letras, métricas desformatadas, diversões desenfreadas, as gramáticas rasgadas, emoções, tudos e nadas. Nunca um espetáculo foi tão infantil e adulto ao mesmo tempo”, refere o texto de divulgação.

O “Drive-i” é uma iniciativa da d’Orfeu AC, em parceria com o Município de Águeda e com a ESTGA, podendo os bilhetes ser adquiridos através do ‘site’ da associação.

Portugal contabiliza 1.184 mortos associados à COVID-19 em 28.319 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia. Relativamente ao dia anterior, há mais 9 mortos (+0,8%) e mais 187 casos de infeção (+0,7%).

Das pessoas infetadas, 680 estão hospitalizadas, das quais 108 em unidades de cuidados intensivos, e o número de casos recuperados é de 3.198.

Portugal entrou no dia 03 de maio em situação de calamidade devido à pandemia, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

Esta nova fase de combate à COVID-19 prevê o confinamento obrigatório para pessoas doentes e em vigilância ativa, o dever geral de recolhimento domiciliário e o uso obrigatório de máscaras ou viseiras em transportes públicos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.

Veja o vídeo: O que acontece ao vírus quando entra em contacto com o sabão?

Gostava de receber mais informações sobre este tema? Subscreva a nossa newsletter e as nossas notificações para que nada lhe passe ao lado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.