Da família Roseaceae, a photinia é uma planta de crescimento rápido, com flores pequenas de cinco pétalas, que chega a atingir uma altura de cinco metros. Este híbrido de natureza perene, originário da China e obtido por cruzamento de duas espécies botânicas asiáticas, floresce até meados da primavera, com flores pequenas de cinco pétalas. Muito usado em sebes, este arbusto exige, no entanto, uma série de cuidados.

Alda Castro, uma jardineira amadora residente no distrito da Guarda, cultiva-os há mais de uma década. "É a planta mais atacada do meu jardim todos os anos, sobretudo pelo oídio", desabafa. Este arbusto, uma photinia de folha vermelha, Photinia fraserii Red Robin na sua designação científica, é uma das favoritas das larvas-de-arge-pagana, que depositam os ovos nos ramos e nas folhas de arbustos portadores.

Com o passar dos dias, as larvas roem intensamente as folhas como forma de se alimentarem, uma situação que os proprietários destas variedades botânicas devem acautelar, recorrendo a produtos que previnam o seu aparecimento e posterior desenvolvimento. No que ao oídio diz respeito, não molhe as folhas do arbusto. Mantenha-as, idealmente, sempre secas e trate-as com fungicida uma vez por mês.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.