Uma das características de maio é a profusão de flores nos jardins. Em quantidade e variedade, acabam por competir entre si para chamar a atenção dos apreciadores.

Mas a partir de agora, com a temperatura mais elevada, a rega não deve ser feita a meio do dia, mas sim ao início da manhã e ao fim da tarde. Esta é a ferramenta mais preciosa para manter as suas plantas com bom aspeto. Está, no entanto, longe de ser a única.

Fique a par de mais alguns pormenores a que deve estar atenta nos próximos dias:

O que plantar

Antes que seja demasiado tarde, plante os bolbos e tubérculos que florescem já no verão e no outono, como é o caso das begónias e das dálias. Plante a sol pleno e assegure uma boa drenagem.

Como regar

A partir de agora, com a subida das temperaturas, a rega é uma tarefa diária que não pode (nem deve) descurar sob pena de prejudicar gravemente as suas plantas. Regue de manhã e, em caso de necessidade, ao final da tarde.

Como adubar

Recorra a fertilizante de boa qualidade para compensar as carências nutricionais dos seus exemplares que se encontram em plena floração. Rosas e maciços de vivazes agradecem aplicações de adubo nesta época.

Podar

Os ramos compridos e estreitos começam a destacar-se dos restantes. Corte estes ramos para conseguir desenvolvimentos densos e compactos, evitando assim que comecem a deformar.

Pragas a combater

Os tenros botões das rosas podem sofrer ataques de pulgões. Faça tratamentos com inseticida e fungicida específicos.

As rainhas do mês

Maio é época de lobélias, fritillaria e açucenas. Estas são, por isso, algumas das espécies que deve cultivar nesta altura.

Veja ainda:

Todas as tarefas de maio
12 meses 12 jardins
Maio maduro maio
Ainda vai a tempo

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.