Numa fase em que a nossa casa é, cada vez mais, o nosso porto seguro, vem-nos muito mais à cabeça tudo o que é possível fazer para nos sentirmos melhor connosco próprios e com os nossos no recanto do espaço onde nos gostamos de viver. Neste tempo de equilíbrio do corpo e da mente e de constante adaptação ao desconhecido que vivemos permanentemente, conseguimos repensar os hábitos e dar mais atenção ao que nos rodeia, sobretudo em casa, apostando na criação de ambientes relaxantes, com (mais) flores.

Muito em voga atualmente, a Ficus lyrata, comummente conhecida por figueira-lira devido à semelhança das suas folhas com o popular instrumento musical, tem origem africana. Esta planta chega a atingir, na natureza, uma dezena de metros de altura. Contudo, em vaso, não ultrapassa, por norma, os quatro. Esta variedade botânica precisa de luz, embora não aprecie uma incidência de sol direto. Se notar que as folhas começam a perder o seu vigor e/ou a ficarem baças, repense o local onde a colocou.

7 ideias pré-concebidas sobre as plantas que importa desmistificar urgentemente
7 ideias pré-concebidas sobre as plantas que importa desmistificar urgentemente
Ver artigo

Esta planta também não resiste a espaços sombrios nem a baixas temperaturas, pelo que a escolha do local deve ser bem ponderada. Trata-se de uma planta que aprecia humidade no solo, mas nunca encharcamento. Um bom truque é regar quando a camada superior do solo secar levemente. A figueira-lira não aprecia ambientes muito secos. Temperaturas elevadas podem mesmo provocar manchas castanhas na folhagem e/ou até mesmo a sua queda. Se verificar que a sua planta começa a deixar cair muita folha ou se, por sua vez, as suas enormes e brilhantes folhas começarem a ficar baças e manchadas, afaste-a de desumidificadores ou aquecimentos.

Uma forma de equilibrar a humidade é tão simples como limpar as folhas com um pano suave humedecido em água. Mas há mais cuidados a ter. A fertilização das plantas de interior é, muitas vezes, negligenciada. Porém, não nos podemos esquecer que, ao contrário das plantas num jardim, no seu interior a natureza não consegue intervir da mesma forma e devemos ir em seu auxílio. Ao encontrarem-se confinadas à terra de um vaso e aos limitados nutrientes desta, é necessário reforçar a sua nutrição regularmente.

Os cuidados a ter na replantação

Ao contrário de outras ficus, a figueira-lira não é das mais exigentes, mas aconselha-se a fertilização durante a fase de maior desenvolvimento, sobretudo na primavera. Idealmente, recomenda-se também a aplicação de soluções líquidas de dois em dois meses. A replantação também tem regras. Considerando que se trata de uma planta de crescimento rápido, é necessário considerar que precisa de espaço para o desenvolvimento da raiz, mas também não estar confinada a um espaço pequeno.

A mudança de vaso deverá ter uma frequência anual. Ano após ano, a Ficus lyrata deverá ser mudada para um vaso maior e replantada em substrato apropriado. É importante certificar-se de que, ao replantá-la, o substrato que aplica é adequado a plantas de interior para garantir que terá drenagem assegurada e uma nutrição adequada. O substrato deve ser leve e nutrido e, idealmente, elaborado à base de turfa, de esfagno e/ou de perlite. Após a maturidade, pode adicionar novo substrato ao existente.

Os cuidados a ter na poda

A limpeza desta planta baseia-se na remoção de folhas menos saudáveis, logo que começam a demonstrar sinais de deterioração. Como se desenvolve de forma célere, poderá podar-lhe o topo se achar que está a crescer demasiado. Esta variedade é conhecida pela sua sensibilidade aos químicos. Em caso de praga ou fungo, evite o uso de pesticidas e/ou de fungicidas fortes e prevaleça o uso de receitas caseiras. Se tiver animais de estimação, deverá ter cuidado. Esta planta é toxica para gatos e cães.

Tratando-se de uma planta muito instagramável, são vários os decoradores de interiores que têm vindo a apostar nela, como se pode comprovar facilmente nas redes sociais. Há unidades hoteleiras que as estão a usar em conceitos urbanos e contemporâneos e também lojas e espaços públicos que a aplicam em registos mais rústicos e até mesmo em enquadramentos mais tropicais. Em forma de árvore, de arbusto ou em múltiplos fustes, uma coisa é certa. A Ficus lyrata veio para ficar.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.