A sua aparência pode iludir, pelo que é importante informar-se. Na hora de escolher os bolbos, existem alguns aspetos a ter em conta, uma vez que podem ser decisivos. O seu estado de conservação e/ou de apresentação pode influenciar o seu processo de germinação, crescimento e desenvolvimento após a plantação ou até eventualmente a uma posterior conservação e até reprodução. Não perca tempo e leia já as cinco dicas de especialista que lhe apresentamos.

1. Analise a pele do bolbo

Quando for comprar bolbos, tenha em conta algumas considerações para não se enganar na escolha e regressar a casa com gato por lebre. Em primeiro lugar, deve assegurar-se que estes têm a pele em bom estado e que se encontram rijos.

2. Examine o bolbo para detetar possíveis manchas

As manchas exteriores são sintomas de doença. Não leve os que tenham esse tipo de manchas e evite também os que têm as escamas exteriores deformadas, enrugadas ou em mau estado, que podem não estar nas melhores condições.

3. Ateste a a consistência do nariz superior do bolbo

Abra os olhos e prepare as mãos. É importante que o nariz superior do bolbo esteja firme. Pressione com o dedo e assegure-se que este não se afunda no nariz do bolbo.

4. Verifique os pontos de crescimento

Os pontos de crescimento devem estar saudáveis e ainda não devem ter iniciado o seu crescimento. É importante observá-los atentamente e ter sempre este fator em conta.

5. Investigue o rebento apical

Se o rebento apical se encontra mole, é porque o bolbo foi alvo das geadas. Não o leve para casa, sob pena dos resultados ficarem aquém das expetativas aquando do seu (não) desenvolvimento após a plantação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.