À primeira vista, uma carta de vinhos pode parecer intimidante.

Aqui ficam algumas dicas para deixar de o ser...

Branco ou tinto?
Uma regra básica sobre que vinho beber a cada refeição refere que os tintos combinam bem com carnes vermelhas e pratos pesados e bebem-se à temperatura ambiente.

O vinho branco, este levemente fresco, acompanha comida mais leve, peixe e marisco.

Segundo a contar de baixo
Provavelmente já ouviu falar desta estratégia ou até já a colocou
em prática. Consiste em escolher o segundo
vinho mais barato da lista evitando o mais barato de todos por questões de prestígio.
No entanto, se procura um vinho com alguma qualidade para acompanhar uma boa refeição é preferível apontar para o meio da tabela.

Vinho da casa
É melhor evitá-lo se tem em mente uma refeição especial. Mas se quer apenas satisfazer o estômago por pouco dinheiro
ou está num jantar de amigos, onde o que importa é o convívio, pode optar sem problema pelo vinho de casa.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.