É muito útil ter pássaros nos nossos jardins e na envolvente das nossas casas, uma vez que estes animais se alimentam de insetos que podem ser pragas para as suas plantas. Para que aves como os piscos, os pardais, os pintassilgos, os chapins, as carriças e as toutinegras gostem de estar por perto, é, todavia, necessário criar condições para os atrair, como instalar, por exemplo, pequenos bebedouros e comedouros onde eles possam beber e comer, principalmente nos períodos em que existe menos alimento.

Pode, depois, colocar lá uma mistura de alpistas e/ou restos de migalhas de pão e sementes, desde que não tenham sal nem tenham sido torradas. Também deve ter no seu jardim plantas com bagas, que os pássaros gostam de comer e os insetos também, contribuindo assim para uma maior biodiversidade. A existência de árvores grandes e/ou de trepadeiras cria também ótimos esconderijos que as pequenas aves tanto apreciam. Estas não são, no entanto, as únicas coisas que pode fazer para os atrair.

Para que os pássaros nidifiquem nos meses de primavera, disponibilize-lhes casas que lhes sirvam de abrigo, construindo práticas e funcionais caixas de madeira que eles possam usar como ninho, locais onde eles possam pôr os ovos e ter, depois, as crias protegidas. Nem sequer são difíceis de construir, como pode comprovar no vídeo que se segue. Seguindo as instruções e as recomendações de José Cardoso, especialista em bricolage, não terá, depois, grande dificuldade em conseguir cumprir essa missão.

Para construir uma casa de pássaros no seu jardim, precisa de madeira com 15 milímetros de espessura. Necessita de um retângulo com 16 por 22 centímetros com um furo frontal com 5,5 centímetros de diâmetro, cortado cerca de 8 centímetros abaixo do topo, de um retângulo com 26 por 14 centímetros, de dois retângulos com 26 por 14 centímetros com corte inclinado de um dos lados com menos 4 centímetros, de uma base quadrada com 14 centímetros e de um retângulo com 22,5 por 20 centímetros.

Também deve ter à mão uma aparafusadora, uma serra circular, uma lixadora, um esquadro e um lápis, que deve usar para registar as medidas. Comece por cortar todas as madeiras com recurso à serra circular. De seguida, lixe as zonas de corte, para dar um acabamento mais cuidado. Avance, depois, para a furação da madeira. Deve fazê-lo previamente para facilitar na montagem. Fixe, por fim, as laterais à base do ninho e, depois, as costas do abrigo e a cobertura, utilizando uma aparafusadora para o efeito.

Esta casa é especialmente indicada para pássaros como os chapins, os pardais e as carriças, pois tem uma abertura pequena. No caso de aves maiores, o procedimento é o mesmo. Terá, todavia, de fazer uma abertura maior. A madeira é um material que resiste com boas condições térmicas. No final, basta colocar a casa num local protegido do sol direto e do vento, sossegado e envolvido pela vegetação. Verifique, antes, se não há pregos salientes nem cantos afiados ou fissuras onde os pássaros possam ficar entalados.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.