Em dezembro estamos com o mesmo padrão energético que vivenciámos ao longo deste ano de 2020: "terminar processos e colher frutos".

Basicamente para quem tem resistido a esta direção de soltar o passado, de deitar fora o dióxido de carbono para poder receber o oxigénio, vai ser empurrado e forçado a essa libertação. Quanto mais resistir mais pode doer.

Se pelo contrário tivermos aproveitado este ano para "arrumar a casa", simplificar a vida, conseguimos ter bastantes momentos de prazer e glamour.

Basicamente se me focar em mim e nas minhas valências, no meu potencial que coloco ao meu dispôr e das pessoas que me rodeiam, consigo estar em harmonia, consigo ter proveitos e resultados e sinto-me poderoso. Se ao contrário me descentrar e entrar em guerras de poder comigo e ou com os outros, então podemos viver um mês bastante tenso, competitivo, imprevisível, demasiado rígido e inflexível e desta forma poderá ser um mês bem difícil.

Proponho então um mês dedicado ao auto-conhecimento, à auto-avaliação, a um foco mais interior para que se possa encontrar uma chama dentro de cada um e nos possamos focar na luz que nos guia nesta caminhada interior.

Aproveitemos este mês para avaliar a nossa vida nos últimos meses ou anos e que possamos tomar decisões sobre o sentido de direção a seguir para os próximos tempos.

É uma óptima fase para fazer uma consulta de astrologia.

Alexandra Gama

ag@alexandregama.com
www.alexandregama.com

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.