Quando parecia que a Humanidade avançava na civilização, eis que retrocedeu 100 anos, voltando à barbárie de outrora, que tantas guerras gerou desde então. A Terra, que tem vivido em guerra permanente, vê-se agora envolvida no recrudescer do terrorismo de Estado (Rússia e outros…), do terrorismo organizado (Wagner, Hamas, outros…).

Todos proclamam que é preciso fazer a paz!

Como viver em paz?

Vivemos ainda sob o jugo do pensamento tribal (quem não pensa como eu é meu inimigo), com organizações sectárias, como os clubes de futebol, partidos políticos, religiões, organizações que separam em vez de criarem pontes de entendimento, onde estamos sempre uns contra os outros ou, pelo menos, em oposição uns aos outros.

O espiritismo, como filosofia de vida, é um grande contributo para a paz, esclarecendo o Homem quem ele é, de onde vem, para onde vai, qual a causa das dissemelhanças sociais.

Assente nos factos, nas leis da Natureza, demonstra ao Homem a sua imortalidade, que a vida continua noutro plano existencial (o mundo espiritual), que colhemos o que semeamos (serenidade, paz ou desarmonia, sofrimento) dentro da Lei de Causa e Efeito. Assim sendo, entendendo o porquê da vida, o modus operandi do Homem na sociedade mudará, catapultando-o para uma paz duradoura que começa dentro de si, no seu íntimo, contagiando positivamente, pelo exemplo, os que o rodeiam, e assim sucessivamente, até que todo o mundo entre nessa opção muito mais feliz para todos.

O espiritismo (Doutrina Espírita ou Doutrina dos Espíritos) não é mais uma religião ou seita, mas uma filosofia de vida, espiritualista, assente nos factos.

Apareceu em 18 de abril de 1857, com o lançamento da monumental obra “O Livro dos Espíritos”, de Allan Kardec, tendo como princípios básicos Deus, imortalidade da alma, comunicabilidade dos espíritos, reencarnação e pluralidade dos mundos habitados.

Defende que “fora da caridade não há salvação”, isto é, somente quando formos solidários, incondicionalmente, fazendo o bem pelo bem, evoluiremos espiritualmente, deixando as amarras das imperfeições morais.

Os espíritos superiores referem que a sociedade ainda não é evoluída, apenas esclarecida, pois só será evoluída quando a guerra, a fome, as misérias morais e materiais forem banidas da Terra.
Apontam a mensagem de Jesus de Nazaré, como a moral (cósmica) a ser seguida por todos, para que todos vivam em paz (nada tendo a ver com religiões, criadas pelo Homem) e, assim, evoluam espiritualmente. É a assumpção do “fazer ao próximo o que desejamos para nós”, apontando o egoísmo como a mãe de todos os vícios: o orgulho, a vaidade, o ódio, a vingança, entre outros estados de alma que, são a base da nossa infelicidade.

Como viver em paz?

A paz não se encontra à venda em lojas, não vem de fora, dos outros.

De nada adianta querermos a paz e sentirmos aversão, intolerância, falta de entendimento, egoísmo, orgulho, ganância, prepotência.

O caminho para a paz não existe, “A paz é o caminho”, enfatizou Mohandas Gandhi, ensinando a não violência e, pugnando pela justiça e igualdade social.

As Experiências de Quase-Morte (EQM’s), as Experiências Fora do Corpo (EFC’s), as Visões no Leito de Morte (VLM’s), os Casos Sugestivos de Reencarnação (CSR’s), as comunicações mediúnicas (TCM) e a comunicação espiritual através de aparelhos electrónicos (TCI) são os novos paradigmas existenciais, que comprovam à saciedade que somos Espíritos imortais, temporariamente numa existência física, em busca de um devir mais feliz, pacífico e, evoluído intelectual e moralmente.

Falta-nos fazer a paz dentro de nós, para que ela saia de nós e, pacifique os demais.

“Amai-vos uns aos outros” (Jesus de Nazaré) e “A paz é o caminho” (Gandhi) são os convites que permanecem para que a Humanidade seja… evoluída e, não apenas esclarecida.

José Lucas

Óbidos,2023

Profissional - Formador e Coach José Lucas
Blog - artigosespiritaslucas.blogspot.com
Facebook pessoal - Jose Lucas
Facebook de livros espíritas -www.facebook.com/historiasqueosespiritoscontaram/
Instagram -https://www.instagram.com/jose_lucas_Obidos/

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.