Beltane caminha a passos largos na nossa direcção.

Beltane é o nome dado pelos antigos ao auge da primavera (o meio da estação — no calendário gregoriano: 30 de abril).

A celebração da força da vida.

Quando tudo está verde e vibrante, o auge da cor, da vida, da fertilidade e ação. Tempos em que o véu entre mundos é ténue, principalmente ao nascer do dia e ao nascer da noite.

Na véspera de maio celebra-se o fim das noites longas e o caminhar a passos largos do Sol no seu auge.

É tradição colher um ramo de maias (giestas) e pendurá-lo, até à meia-noite, na porta da casa para que o Sol lhes brilhe e haja abundância!

É também tradição acender fogueiras, celebrar ao ar livre, pernoitar perto de nascentes, que muito curam nessa altura, e, ao acordar, dança-se a dança das fitas cheias de cor ao redor da árvore sagrada.

Que cada um de nós, ao seu jeito, com muita criatividade e simplicidade, segundo a sua natureza, tenha a audaz humildade de honrar e celebrar a vida (hoje e sempre).

Somos o fruto dos nossos ancestrais.

Nádia NadZka

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.