Junho ou Junius de Juno, o casamento entre opostos, a fusão, a prosperidade, a abundância.

Tudo parece estar em tensão quase absoluta, os ânimos são exaltados, seja para o dito "bem" seja para o dito "mau". Setas cruzam os céus fervorosamente recheadas de crenças, ideologias, valores, opiniões e julgamentos. Simplificando, (sem nomear todos os planetas que nos estão a influenciar e a trabalhar nos seus ângulos, posições e relações), a dança nos céus que estamos a dançar na Terra está de momento a escancarar todas as nossas gavetinhas ou gavetões interiores, a expor tudo o que lá está, quer queiramos ver ou não, está escancarado e é preciso escolher com muita verdade, calma e alma o que queremos fazer com o que temos dentro. Queremos desarrumar para arrumar as gavetas? Torna-las mais leves ou pesadas? Queremos mesmo essas gavetas? Como foram criadas? Queremos limpá-las ou queimá-las? Acrescentam-nos ou pesam-nos? Trancamos ou manipulamos (achamos nós) essas gavetas? Usamos o seu conteúdo? E como? Genuínamente? Reciclamos o seu conteúdo?

Tudo o que possa estar escondido e não deva, será exposto, seja para o dito “bom”, seja para o dito ”mau” ;)

Uma dança profundamente exigente dentro e fora, para com a verdade e o respeito que temos ou não na nossa relação para connosco, em todas as nossas relações para com os outros e na nossa relação para com O Todo.

Creio que tudo ficará mais fluído e surpreendentemente mais liberto e criativo, gradualmente e a um ritmo lento, após o Solstício de Verão. Desafios terrenos maravilhosamente bafejados tão assertivamente pelas fases alquímicas da Natureza.

Dia 21 de Junho celebra-se o dia mais longo do ano. O Sol atinge o seu poder máximo e marca o ponto de viragem, a energia muda. O retorno da parte escura do ano começa, bem devagar e gradualmente, os dias começarão a diminuir e o Sol, bem devagar, vai diminuindo a sua força. Os tempos do mergulho interior profundo aproximam-se, bem lentamente. Esta é uma celebração em que a Natureza nos mostra e ensina a inevitável e imprescindível dualidade claramente implícita no crescimento e evolução da vida.

Mas ainda teremos muito tempo de calor e esplendor deste Sol que nos inspira adrenalina, abundância, loucura e clarividência. E é aí que estamos presentes, no Presente. Chegámos ao fim de um ciclo de crescimento intenso (mais um), celebramos o nosso caminho e tudo o que somos, amadurecendo o fruto em que nos tornámos.

Desde há muito que os antigos celebram fervorosamente esta mudança natural. Assim celebremos!!! É tempo de saltar a fogueira para nos purificarmos, é tempo de ficarmos acordados toda a noite, na Natureza, a dançar, tocar, cantar, gargalhar, comer e beber, olhar o Céu e a Terra, honrando e celebrando a abundância que é a Vida. E, ao nascer do Sol, é tempo de mergulhar nas águas do Mar ou do Rio ;)

Segundo o tempo Natural, (calendário Maia) esta é a Lunação da Cooperação, simbolizada pelo Coelho. Lunação (período de 28 dias) que trabalhará, inspirará, desafiará e questionará sobre: Como dedicar-me à Abundância, ao Universo? Tempos que nos “despem” de forma incisiva mas surpreendentemente assertiva, uma purga ou poda imprescindíveis, ligando-nos ao que é Abundante, a nossa Natureza Una. A Una Natureza que todos e tudo somos.
Que assim seja.
Um doce e forte abraço.

"A genuína originalidade de cada um de nós é precisa para compor a melodia na Terra." Nádia NadZka

Sobre a autora:
Nádia Nadzka
MULHER Apaixonada pela Vida. Viajou pelo mundo do teatro, música, dança, moda, design e ilustração, grandes Paixões que nunca abandonou, foi aprendendo a simplificar e a fundir ao longo da vida com outras paixões que foi descobrindo. Aluna atenta da Vida e dos seus “mestres”, familia e amigos. Eterna estudante da ancestralidade, estuda, pratica e vive a Arte Xamanica - a humildade, a criatividade, o respeito e Amor pela Terra e tudo o que tem Vida, estuda os Astros, a Natureza, o Infinito Universo e a forma como tudo isso nos influencia, estuda a Natureza humana, desafiando-se e desafiando cada um a olhar-se e a acordar-se. Há cerca de 10 anos que se dedica a criar momentos, experiencias, vivencias que despertem A Vida que existe em cada SER. Dá consultas sobre todos estes temas de forma a ajudar ao Reencontro pessoal.
Dança, canta e toca nas noites lua cheia, em cada mudança de estação e sempre que pode dá voz à celebração, gratidão e União com a Natureza e toda a sua história e sabedoria. Escreve e desenha sobre estes temas. É artesã na Vida e da Vida.
O que a move? Amar, Criando. Honrar A Vida.
"A genuína originalidade de cada um de nós é precisa para compor a melodia na Terra."

Nádia NadZka
https://www.facebook.com/NadZka-1422476438012313/?fref=ts

www.nadzka.weebly.com

nadia.nadzka@gmail.com
Consultas . Vivências . Retiros . Som . Escrita . Artesanato . VIDA

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.