O anjo Mebahel rege entre os dias 26 e 31 de maio e a sua essência é verdade, liberdade e justiça cujas bênçãos nascem do mesmo tronco, pois, a verdade gera a liberdade e desta emana a justiça. Interiorizemos estas essências para podermos exteriorizá-las no nosso dia a dia.

O verdadeiro é o que vem do mundo de cima, da nossa divindade interna. Esta liberdade é a que é: não se perde nem ganha. Quando vivemos em verdade, temos a liberdade interna a que semeia a justiça. A verdade torna-nos livres e a liberdade torna-nos justos.

Na invocação pedimos ao anjo Mebahel: mobiliza os meus sentimentos, os meus pensamentos, as minhas forças morais para lutar por amanhãs humanos, cheios de esperança. Instruí-me, Senhor Mebahel, para eu poder ser um dos artesãos da Tua Justiça.

Na exortação o anjo Mebahel pede-nos: peregrino, os povos devem encontrar em ti as suas justas aspirações, aquele que lhes permite entrever um luar de esperança, um programa humano que dá sentido às suas existências. Tu deves ser o construtor firme e decidido da estrutura do meu futuro reino.

Os dons do anjo Mebahel são, entre outros: justiça e imparcialidade benevolente de um tribunal; libertação dos oprimidos e prisioneiros; amor pela jurisprudência e celebridade no seu exercício; proteção contra a calúnia, os falsos testemunhos e os litígios; reconquista do injustamente perdido.

Excertos do livro Invocações e Exortações dos Anjos da Guarda.
Filomena Villas Raposo

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.