O texto hindu de astrologia mais antigo que se conhece foi escrito cerca do ano 3000 a.C. . A Índia é, ainda hoje, a única grande zona do Mundo onde a astrologia possui uma grande influência na vida quotidiana.

As constantes invasões do Oeste familiarizaram-nos com muitas teorias astrológicas hindus, tendo sido periódico o intercâmbio de ideias desde que os Arios, no ano 1500 a.C., levaram consigo as teorias babilónicas e, mais tarde, com Alexandre Magno, as teorias helénicas. Os importantes textos hindus do ano 1000 a. C., os Vedas, contêm referências astrológicas e aproveitam a ideia hermética grega da passagem das almas ao céu, para se converterem em estrelas.

No século III d. C. a astrologia estava muito desenvolvida e gozava de um enorme apoio popular. Uma das razões da sua contínua popularidade deve-se ao facto de que a astrologia se pode relacionar com o conceito de Karma , comum às principais filosofias orientais. O Karma é, grosso modo, a transmigração da alma através de sucessivas reencarnações, até alcançar a união com o infinito; a conduta durante uma vida, determina o ponto de partida na seguinte. A astrologia é utilizada para averiguar a etapa alcançada pela alma durante a sua viagem.

Uma das principais diferenças entre a astrologia contemporânea ocidental e a hindu, é a utilização do Zodíaco Sideral, ou seja a observação dos planetas em relação com as constelações, em vez de se considerar a sua posição nos signos do Zodíaco. Ainda que seja adoptado por alguns astrólogos ocidentais, este método constitui uma prática esotérica.

Veja a continuação do artigo na próxima página

Podem encontrar-se, sem dúvida, também grandes semelhanças: os signos regem partes do corpo e existem muitas correspondências, por exemplo a relação entre Caranguejo e os seios, Escorpião e os órgãos genitais e Capricórnio e os joelhos. Também os atributos dos planetas são semelhantes. Cada mês de gestação é atribuído a um planeta determinado, excepto o oitavo, o mais crucial para a sobrevivência do feto, que é regido pelo horóscopo completo.

A influência da astrologia hindu nos assuntos domésticos é, por vezes, muito poderosa. Examinam-se os horóscopos dos noivos, para verificar sinais de instabilidade mental ou transtornos físicos e também para comprovar a inteligência e compatibilidade de caracteres, antes do consentimento dos pais.

Para construir uma casa, contrata-se o astrólogo ao mesmo tempo que o arquitecto e o construtor. É necessário determinar exactamente quando se deve colocar a primeira pedra, cavar o poço ou começar a viver na casa. Cada objecto da natureza é considerado como um libertador de determinada quantidade de força cósmica, e assim, quando se têm de combinar vários materiais numa construção, devem unir-se no momento correcto se não se quiser que a sua interacção seja desfavorável.

Estando a astrologia tão entranhada nos costumes destes povos, não é de estranhar que a sua importância continue a ser fundamental.

José Arjones Maiquez, Arteimagem

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.