Este ciclo lunar tem algo peculiar, envolve um encontro a sós, connosco no mais intimo ponto da energia EU e ALMA… juntos em compromisso de selarem uma nova etapa .
Como se houvesse uma voz que vem do centro do peito e pergunta .
Estás pronto para te descobrires de uma forma diferente, irmos juntos partilhar esta nova consciência de estarmos juntos aprendermos a estar … por ora apenas a estar neste contacto … assumindo este compromisso no coração, chama acesa… apenas pulsa e vibra a alegria de estarem juntos .
Pode-se iniciar uma nova estrutura de interacção do Ser a sentir um apelo novo dentro de si… uma vontade a largar a velha carcaça do ego, sentir o peso que ela tem nos vossos corações, a vossa mais intima emoção, sentimento…Mas deverão permitir que seja o que for que sentirem deixem fluir sem interferência da Mente.
Mente que não interfere é aquela que não questiona a voz da intuição, a voz que vem de uma consciência de duas realidades dentro de do ser humano a unificarem-se.
Silencia-se o barulho, dá-se uma profunda entrega à contemplação interior pela emoção da entrega da energia do ego despido de valores, julgamentos, defesas, ataques, permitindo apenas experienciar novas sensações, insights, momentos em que as respostas são sentidas num sincronismo entre o coração e a mente.
Pode haver um impasse, forças emocionais que ainda se mantém ligadas a padrões da velha persona… permitam estar em sua presença interna, sentir em consciência, só a partir desta aceitação, se poderá libertar o ego da dúvida, aquele eco que vai querer auto sabotar, levando o ser a sentir uma paralisia no padrão… observa-o… sente-o … como ainda se fecha e não se liga à Alma, ao coração em amor por si… É necessário fazer a ligação pelo sentir mesmo que não está só, que existem forças superiores que nos Guiam, nos trazem as pessoas, as circunstâncias, para recebermos a mensagem de Deus Fluxo criativo em Nós… despidos do ego de defesa/dor, acedemos a uma compreensão que pelo mais subtil ou mais abruto, não interessa, sentimos a mensagem no coração do que ainda estava em nós a bloquear receber a mensagem… o ego lia com defesa imediata para evitar sofrer.

Mas existe outra realidade, a mente pode controlar o processo e ficar a resistir com padrões de paralisia na mudança de atitude, perante momentos onde toda a onda de memórias vem à tona, ondas de emoções que ficam num impasse repetitivo .
Outros poderão sentir ambos os movimentos, alternam como ondas, provocam uma luta interna entre a razão e a intuição.
Em equilíbrio sem tentar perceber por lógica este dilema interno, a energia abre para outro contacto entre as duas realidades que se harmonizam, em atitude, por algo inexplicável pela lógica... o que na verdade está a acontecer é coabitar com os medos e com o consciência criativa dos veículos que Deus / Fonte Criação nos coloca para termos a oportunidade a não sermos dominados pelo medo, mas saber senti-los, estar com eles e logo essa estrutura de estabilidade entre as duas realidades que habitam em nós, estabelecem uma comunicação que produz a saída do dilema da dúvida.
A dúvida só vem quando não estabelecemos esta conexão com as duas realidades que de debatem dentro de nós e as forças de insegurança ganham domínio e criam dúvida… não existe possibilidade de seguir a intuição… ela é cortada pelo medo, dúvida.
Também deveremos assumir um compromisso conscientes que este é um novo campo de experienciação, vamos vacilar, esse é o campo de auto perdão, pois o ego utiliza a culpa para exigir mudança e isso não é salutar para o aprendizado.
É como a criança que vai aprender a andar de bicicleta, ela vai cair muitas vezes, depois já mais equilibrada com a prática, por vezes ainda tem que colocar o pé no chão e assim vai aprendendo a mover-se em equilíbrio e avançar para outros campos que quer explorar… depois já pode retirar uma mão, treina, depois experimenta tirar as duas e tudo isto requer disciplina, paciência, perseverança e não desistir… ela sabe que leva tempo e prática, muita prática e que cai muitas vezes, mas isso é para a motivar e não punir-se porque não conseguiu logo.
Sugiro que neste ciclo lunar façam um ritual da forma que entenderem para este compromisso a Sós , convosco próprios no que estão dispostos a iniciar de diferente para que a nova aprendizagem possa iniciar-se.
Um Abraço imenso…
Ruth Fairfield
Incondicionalmente rendida ao Universo e às Leis da Vida...

Ruth Fairfield
http://sunshineruth.wix.com/astrologia

https://www.facebook.com/ruth.fairfield
https://www.facebook.com/novo.cristal
• Contactos telefónicos: 966425493 / 914632063

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.