Hoje em dia sabemos por que motivo acontecem e reconhecemos que são fenómenos relativamente frequentes, mas, mesmo assim, continuam a ser considerados muito importantes a nível astrológico, já que têm um forte impacto energético e podem desencadear acontecimentos inesperados e mudanças profundas dentro de nós.

Em 2022 há quatro eclipses, dois deles ocorrem na primavera e são muito importantes porque marcam uma mudança de signos: nos últimos 18 meses os eclipses ocorreram quando o Sol ou a Lua estavam no eixo Gémeos-Sagitário (à exceção do eclipse lunar de 19 de novembro de 2021, com a Lua em Touro e o Sol em Escorpião), e a partir do dia 30 de abril, data do primeiro eclipse de 2022, eles passam a estar no eixo Touro-Escorpião — o que afeta não só os nativos destes dois signos, que podem sentir os seus efeitos de forma mais direta, mas todos os outros.

O primeiro eclipse do ano é um eclipse solar parcial e ocorre a 30 de abril de 2022, entre as 18:45 e as 22:38, atingindo o seu ponto máximo às 20:41.

Trata-se de um eclipse parcial, o que significa que a face solar não é totalmente encoberta pela Lua. A Lua e o Sol estarão no signo Touro, ativando as áreas que dizem respeito às finanças, à segurança material, à estabilidade e ao sentimento de posse, tanto a nível económico como na esfera profissional e no domínio afetivo.

O Sol diz respeito à nossa identidade, ao “eu”. Quando há um eclipse solar, é ela que é posta em causa, o que significa que podemos defrontar-nos com acontecimentos que desafiam o nosso sentido de identidade, quem somos, como nos vemos e como os outros nos veem.

Os efeitos de um eclipse fazem-se sentir por vários meses após este ter ocorrido, mas são especialmente fortes nos dias próximos à data em que ocorrem.

Muitas vezes, o que acontece com um eclipse solar é que, nos meses que lhe estão próximos, começamos a sentir dentro de nós que alguma coisa tem de mudar na nossa vida, que aquilo que temos já não nos basta ou já não corresponde a quem somos.

Os eclipses tendem a precipitar acontecimentos que estamos destinados a viver e que, muitas vezes, tentamos adiar ou mesmo evitar.

Prepare-se para o eclipse solar de dia 30 de abril e conte com:

— Possíveis contratempos na sua vida financeira, tais como despesas inesperadas, avarias em eletrodomésticos ou no automóvel ou subidas de créditos para pagar;
— Questões que põem em causa a sua estabilidade material e a sua segurança;
— Problemas no trabalho, em que a sua autoridade é posta em causa ou, por outro lado, um convite para abraçar um projeto importante ou para desempenhar funções com maiores responsabilidades;
— Crises em relacionamentos de longa data, que podem estar relacionadas com ciúmes e sentimentos de posse, dois pontos-fracos de Touro.

Este eclipse solar irá desafiar de forma especial aquilo que diz respeito à segurança e à estabilidade, pois são ambas muito importantes para Touro. Pode haver uma mudança drástica relacionada com as bases em que assentamos a nossa vida para nos sentirmos seguros e para termos maior equilíbrio.

As estruturas rígidas, de longa data, podem ser postas à prova e questionadas.

Por outro lado, aquilo que começar durante a influência deste eclipse tem boas perspetivas de longevidade e pode tornar-se muito duradouro nas nossas vidas: um relacionamento, um projeto profissional, um novo emprego, um negócio.

Neste eclipse solar, Úrano, o planeta que despoleta as mudanças imprevistas, forma uma conjunção (ou seja, está muito próximo) tanto à Lua como ao Sol, o que acentua a tendência para haver acontecimentos inesperados e até explosivos. Os ânimos podem exaltar-se facilmente, pelo que é preciso ter um cuidado redobrado para evitar a impulsividade e os atos irrefletidos, cujas consequências podem ser muito maiores do que avaliamos.

Marte, o planeta da motivação, da garra e da coragem, forma um sextil (aspeto harmonioso) com o Sol e a Lua, ajudando-nos a aproveitar esta energia para fazer mudanças difíceis, mas necessárias, nas nossas vidas.

Este eclipse é especialmente favorável para encerrar um ciclo na sua vida e para começar um novo capítulo, implementando mudanças de base.

Porque também estão diretamente ligados ao Carma e a vidas passadas, os eclipses podem precipitar acontecimentos que de alguma forma alteram o rumo das nossas vidas e nos alinham com o nosso propósito. No caso do eclipse solar em Touro, pode haver uma mudança súbita de ocupação que, a longo prazo, irá refletir-se na construção de uma estabilidade mais sólida, embora de início possa haver confusão e dificuldades trazidas pela alteração no caminho que estávamos a percorrer.

Uma mudança de casa ou de trabalho são possíveis neste período, assim como uma alteração no papel que desempenhamos a nível profissional, por exemplo.

Dependendo das Casas que a Lua e o Sol ativam no nosso Mapa Astral no momento do eclipse, este põe em destaque determinada área da nossa vida que torna urgente a resolução de problemas ou uma nova atitude perante as circunstâncias nessa mesma área.

Para saber que áreas da sua vida particular serão afetadas, importa saber que Casa Astrológica corresponde ao signo Touro no seu Mapa Astral e que planetas ou posições do seu Mapa formam um aspeto astrológico com os 10 graus de Touro, em que a Lua e o Sol se encontram no momento do eclipse. Se, por exemplo, você tem o Sol a 10 graus de Leão, isso significa que o Sol e a Lua irão formar uma quadratura ao seu Sol, o que, sendo um aspeto tenso, representa desafios à sua identidade.

Tome nota: A energia dos eclipses solares é favorável para realizar rituais que envolvem um corte com o passado, uma mudança na sua vida, que visam descobrir a verdade sobre uma situação ou que se relacionam com a Justiça.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.