Com a chegada do solstício a 21 de dezembro vem também a esperada conjunção entre Júpiter e Saturno que marca o início de um grande e importante ciclo.

A última vez que estes dois planetas sociais (que expõem o Homem perante o todo) se encontraram em Aquário foi na época do Renascimento em 1623, e este mesmo encontro só voltará a acontecer em 2080.

Esta que é denominada pela grande transformação marca então o início de uma nova era (a de Aquário), sendo que por isso cada vez mais decisões terão de ser tomadas e conscientemente amadurecidas.

Júpiter, o grande benéfico simboliza a expansão, a alegria e o otimismo.

O grande centauro e regente de sagitário é o símbolo do alcançar da espiritualidade através de um conhecimento cada vez mais profundo da vida. É uma forma justa, e verdadeira de estar. Que troca o ter pelo ser. Que não para até encontrar nas suas perguntas a resposta verdadeira.

Saturno é o senhor do Karma. Do tempo. Maduro. Velho. Exigente porque é consciente de cada dor que transporta em si.

No encontro destas duas grandes energias a transformação é chamada a acontecer no todo.

Há que derrubar barreiras no todo o que não foi responsável. Pleno ou completo. Saturno pune. Examina e castiga para que Júpiter possa expandir e chegar além de qualquer limitação. Há uma consciência individual e coletiva que nos possibilita reerguer. Construir.

Surge cada vez uma maior fraternidade e solidariedade. Saímos do nosso euzinho para assim caminharmos de mãos dadas com o mundo e assim chegarmos a um mundo cada vez mais livre e feliz em que as regras são ditadas por cada coração.

Alexandra Ramos Duarte
Astrologia sem tabus

www.alexandraramosduarte.pt

Previsões semanais e Reflexões do Dia publicadas no SAPO Lifestyle Astral

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.