Natural de Portimão e com início de carreira na área do jornalismo, Ana Cristina Rosa decidiu mudar de vida em 2011, quando descobriu o coaching e arriscou criar o seu próprio negócio para ajudar outros empreendedores a encontrarem o seu foco e fazerem a transição para o mundo do empreendedorismo.

“Empreender sem desculpas” é o culminar de mais de dez anos de experiência de Ana Cristina Rosa, que mostra os diferentes perfis existentes a ter em conta para empreender em detrimento daqueles que devem ser evitados.

1. Empreendedor solitário vs. Empreendedor influente

Segundo a autora, ser um “empreendedor solitário é um dos primeiros desafios quando se percebe que quem está em redor não percebe a nova ‘linguagem’, chegam assim as primeiras grandes aprendizagens”, para se criar “o poder da influência”.

2. Empreendedor ao sabor do vento vs. Empreendedor com foco

Ana Cristina Rosa lembra que passar do mundo do trabalho por conta de outrem para o mundo dos negócios é desafiante na gestão do tempo e que muitos empresários, quando deixam o seu emprego e se dedicam em exclusivo ao negócio, não sabem fazê-lo.

3. Empreendedor de sofá vs. Empreendedor em ação

O medo de avançar pode fazer muitos empreendedores não tirarem as ideias do papel. Abraçar o fracasso é um dos ensinamentos a retirar, refere a autora.

4. Empreendedor apaga fogos vs. Empreendedor líder

Querer chegar a todo o lado é uma característica das pessoas que lançam o seu negócio, daí Ana Cristina Rosa dar vários conselhos para que os empreendedores se tornem em verdadeiros líderes.

5. Empreendedor empregado vs. Empreendedor empreendedor

A mudança do mundo do empregado para o mundo do empreendedorismo geralmente não é acompanhada pela mudança de mindset, algo que acaba por atrapalhar o sucesso dos negócios.

6. Empreendedor pobre vs. Empreendedor rico

A valorização do trabalho feito é uma dificuldade dos empreendedores, por isso, a autora aponta dicas sobre como valorizarem a sua marca e, com isso, ultrapassarem o estigma de que ganhar dinheiro é mau.

7. Empreendedor caçador vs. Empreendedor agricultor

Optar por uma versão de empreendedorismo em que o propósito é mais importante do que a simples venda do produto e que ouvir o público e dar-lhe algo com que se possa identificar irá, segundo a autora, ajudar a criar um negócio próspero e durável.

8. Empreendedor cura tudo vs. Empreendedor autoridade

Aprender a dizer que não e apresentar-se no mercado como especialista, refere Ana Cristina Rosa, irá ajudar o empreendedor a tornar-se numa autoridade no seu negócio.

9. Empreendedor rato vs. Empreendedor águia

A importância de o empreendedor se libertar da “síndrome do empreendedor rato” com visão a curto prazo, para se tornar no especialista que vê mais além.

10. Empreendedor sem porquê vs. Empreendedor com legado

Por fim, Ana Cristina Rosa dá uma série de conselhos para que o leitor possa impactar de forma positiva as pessoas com quem se cruza e transforme o seu negócio numa marca com legado.

James McSill
Ana Cristina Rosa e James McSill créditos: Hugo Dias

James McSill, consultor anglo-brasileiro de storytelling com mais de 30 livros publicados e fundador da McSill Story Studio, é o autor do prefácio do livro e descreve a autora como “a menina do Algarve que hoje é uma das mais importantes empreendedoras digitais de Portugal”.

“Ana mostra como fez e como se faz, como conquistou o seu lugar e se tornou na empreendedora que hoje é, como acontecimentos a inspiraram e como traçou uma jornada que pode ser reproduzida por todos nós”, sublinha o autor.

Para Ana Cristina Rosa, o propósito do livro é antecipar a todos os que queiram aventurar-se no mundo dos negócios alguns conhecimentos que gostaria de ter tido antes de iniciar também o seu.

“O que partilhei ao longo destas páginas é o que gostava de ter sabido logo no meu primeiro ano como empreendedora, porque tinha-me poupado muito tempo e muitas cabeçadas. Daí esta vontade tão grande que, hoje, sinto de partilhar com o mundo o que aprendi de forma que, quem está a idealizar ou a ponderar criar um negócio, ou até mesmo com um negócio já criado, tenha a oportunidade de levar o seu sonho a outros patamares”, refere a autora.

Rachel McCormack, escritora e apresentadora da BBC TV, no Reino Unido, lembrou que “muitos livros para empreendedores em Portugal são escritos por americanos ou por britânicos e é muito importante para os portugueses terem os seus próprios autores a escrever livros sobre como empreender no seu País”.

Já Júlia Domingues, editora chefe da DVS Editora em Portugal, considerou que “Empreender sem Desculpas” só foi lançado porque a autora “se permitiu ser feliz e ir atrás dos sonhos dela”.

Patrícia Rosa, irmã e sócia de Ana Cristina Rosa e coach de profissão, lembrou os tempos em que a irmã lhe confidenciou que queria arrancar com o seu negócio e como acabou por desafiá-la a fazer o mesmo: “A Ana ajudou-me a percorrer o meu caminho e a mostrar-me que é possível viver uma vida com propósito, com tempo, com abundância em todas as suas dimensões”.

Liliana Santos, aromaterapeuta, formadora e mentorada de Ana Cristina Rosa, partilhou: “Tinha todos os motivos para não fazer acontecer: vivo fora do país, tenho uma filha pequena, estava com dois trabalhos ao mesmo tempo, e mesmo assim, à noite, estava a gravar os meus cursos online, tinha todos os motivos para não avançar e a Ana ajudou-me a que não desistisse”.

Jorge Pina, referência do pugilismo nacional, atleta paralímpico e fundador da Associação Jorge Pina, partilhou também a sua história como empreendedor e de como a cegueira o fez ver aquilo que realmente era importante: “Todos somos os argumentistas da nossa história, temos o controlo e o comando da nossa vida. Este livro é uma semente e certamente irá ajudar muitos jardineiros a cuidarem do seu jardim”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.