Um estudo das Clínicas Vital Dent revelou que a sensibilidade dentária, a gengivite ou outros tipos de problemas periodontais estão relacionados com ciclos femininos como a puberdade, a gravidez ou a menopausa.

A análise apurou também que as mulheres têm mais preocupações a nível da saúde oral do que os homens e vão ao dentista com maior frequência.

Grande parte dos homens inquiridos confessou que só vai ao médico dentista quando tem algum problema. E enquanto 51,7% das mulheres lavam os dentes sempre depois de cada refeição, só 40% dos homens o faz.

Segundo comunicado divulgado, certos factores como o sexo, a idade e o nível sociocultural afectam directamente a saúde da boca. Existem assim agentes biológicos que se manifestam de forma diferente em homens e mulheres e influenciam o risco de virem a sofrer de certas doenças.

As mulheres podem desta forma desenvolver mais problemas de saúde oral do que os homens, causados pelas alterações hormonais que ocorrem durante a puberdade, menstruação, gravidez ou menopausa.

De acordo com a Vital Dent, os ciclos da vida das mulheres podem afectar a sua saúde oral da seguinte forma:

Gravidez – durante os nove meses de gestação o aumento das hormonas prolactinas e o estrógeneo fazem com que o fluxo sanguíneo aumente, o que pode fazer com que as gengivas sangrem e se potencie o surgimento de doenças periodontais.

Puberdade - durante a puberdade ocorrem alterações a nível endócrino, aumentando a prevalência de gengivites. Tal ocorre porque a presença de hormonas esteróides no sangue aumenta, o que leva à inflamação das gengivas e ao aparecimento de doenças nas gengivas.

Ciclo menstrual – antes da fase ovulatória é comum que as gengivas fiquem um pouco inflamadas pelo acréscimo dos níveis das hormonas luteinizantes e estradiol, aumentando o sangramento gengival em 20%

Menopausa – A diminuição do estrógeneo durante a menopausa leva a uma série de alterações nas gengivas, na mucosa bocal e no osso que suporta os dentes. Essas mudanças podem causar descoloração dos dentes e até mesmo causar a perda de algumas peças.

Consumo de contraceptivos – a ingestão de contraceptivos orais pode levar a casos de maior inflamação do tecido gengival, ainda que as quantidades de placa bacteriana acumulada possa ser mais reduzida.

27 de Agosto de 2010

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.