No total, foram recolhidas mais de 125 toneladas de equipamentos elétricos, eletrónicos, pilhas e baterias usados nas escolas do continente, Madeira e dos Açores, indicou em comunicado a Associação de Gestão de Resíduos (Eletrão), organizadora da iniciativa.

No distrito de Faro foram contabilizados 11.285 quilogramas de resíduos, tendo a Escola Secundária Pinheiro e Rosa, na cidade de Faro, recolhido cerca de quase quatro toneladas.

Para a associação promotora, os resultados da oitava edição da Escola Eletrão “superaram todas as expectativas”, já que a iniciativa foi concluída durante o período de confinamento motivado pela pandemia da covid-19, com a grande maioria das escolas encerradas.

Os estabelecimentos de ensino participantes vão receber equipamentos para melhorar o seu funcionamento, nomeadamente microscópios, computadores, impressoras, videoprojetores e ‘tablet’s’.

Além dos equipamentos, as escolas recebem também um valor proporcional à quantidade de resíduos recolhida – 50 euros por cada mil quilogramas de equipamentos elétricos e eletrónicos usados e 75 euros por cada mil quilogramas de pilhas entregues.

Segundo a Associação de Gestão de Resíduos, a edição deste ano teve como novidade o ‘Quiz Electrão’, um jogo digital, inovador e pedagógico, que envolveu os alunos num debate sobre temas essenciais como reciclagem, valorização de resíduos, recursos naturais e prevenção de incêndios.

“(…) foram jogados um total de 6.251 jogos de tabuleiro e travadas 3.059 batalhas, uma modalidade que permitia criar competições entre os alunos da turma ou mesmo da escola. A pontuação de cada escola no ‘Quiz’ contribuiu também para a atribuição dos prémios finais”, lê-se na mesma nota.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.