1. Analise o seu PPR atual

O primeiro passo que temos de dar é analisar as características e as taxas de retorno do nosso PPR atual. Se fez como a maioria das pessoas - que optou por um PPR de capital garantido - saiba que as taxas garantidas são muito próximas de zero. Sim, na altura talvez lhe tenham prometido uma taxa maior mas esta é revista todos os anos. Se, pelo contrário, optou por um PPR em que invista com algum risco, certamente ficará muito satisfeito, uma vez que os mercados acionistas estão, em muitos casos, perto dos valores máximos de sempre.

2. Faça contas

Para podermos tirar melhor proveito do nosso dinheiro e, em especial, quando falamos de poupanças para longo prazo, deveremos fazer contas. Podemos usar o simulador da Segurança Social para ter uma ideia daquilo que se perspetiva para a sua pensão de reforma e, de seguida, pensar o que terá de fazer para garantir que tem a qualidade de vida que precisa. Neste contexto, talvez faça sentido conhecer o simulador de poupança e de investimento da Reorganiza que o ajudará a fazer as suas contas.

3. Procure alternativas

Existem diversas alternativas para aplicar o seu dinheiro para a reforma. Tenha em mente que os PPR não são todos iguais. Uns são mais voltados para as pessoas avessas ao risco e outros mais pensados para quem quer ter melhores reformas no futuro. Percebeu a diferença? Quem não quer assumir qualquer tipo de risco tem duas garantias. A primeira é que terá o seu capital quando precisar. A segunda é que o capital que tem valerá muito menos (sim, a inflação faz o seu papel). Se precisa de mais informações, veja como escolher o seu PPR ou procure aconselhamento independente.

4. Transfira o seu PPR

O quarto passo consiste em escolher um novo PPR e transferir o atual para o novo PPR. Tenha em consideração que uma diferença mínima, de um ponto percentual de retorno, ao final de 30 anos, é uma diferença gigante (já ouviu falar dos juros compostos, certo?).

5. Aproveite a vida

O último passo é o melhor. Aproveitar a vida. Depois de tornarmos o processo automático é hora de aproveitar a vida pois os bancos farão todo o trabalho para que nós consigamos poupar dinheiro sem grande esforço. Sim, talvez no futuro tenha de voltar a fazer a sua análise. No entanto, deixe o dinheiro a trabalhar para si e use o seu tempo para viver descansado, sabendo que tem o seu futuro protegido.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.