Grão a grão…

Sabia que muitas pessoas pagam o seguro automóvel com o dinheiro que juntam todos os dias? Aquele dinheiro que fica “perdido” na carteira ou aquelas moedas que poucas pessoas valorizam? É verdade, os “migalheiros” fazem toda a diferença na vida financeira de muitas famílias. Isto porque criam um efeito de escassez. Fazem com que vamos retirando dinheiro do nosso orçamento familiar sem que nos demos conta.

Aquelas comissões bancárias doidas…

Um foco de desperdício inacreditável consiste no pagamento de comissões bancárias por tudo e por nada. Abra o seu homebanking e veja quanto paga de comissões bancárias. Aquelas comissões de manutenção, as comissões de transferência ou outras que tais. Conheça qual o melhor banco para abrir a sua conta bancária e acabe com essas comissões.

O desperdício nos seguros

Os seguros são um foco brutal de desperdício. Ao contratar o seu seguro automóvel numa seguradora low cost ou ao mudar o seu seguro de vida habitação para uma seguradora especialista, pode poupar bem mais do que €100 por mês. Depende naturalmente de quanto paga, mas saiba que negociar os seguros permite-lhe cortar em muito na despesa mensal.

O consumo de combustível…

Existem diversas marcas de combustível que são mais baratas do que as outras. Outras marcas têm programas de descontos e venda cruzada com hipermercados ou com companhias elétricas. O fundamental aqui é perceber que podemos poupar uns poucos cêntimos por litro mas muitos litros e várias vezes ao mês representam muitos euros acumulados.

Corte com o descoberto da conta ordenado

O descoberto da conta ordenado é um lobo em pele de cordeiro. Não damos conta e acaba por nos levar vários euros todos os meses em juros e comissões. Se precisamos do descoberto pode fazer mais sentido ter um bom cartão de crédito e fazer os pagamentos a 100%. Deixa de pagar comissões e juros.

Não se esqueça que…

A poupança maior está nas pequenas despesas. As pequenas contas e despesas mensais que são aparentemente inofensivas acabam por levar grande parte do nosso orçamento familiar. Procure ganhar consciência de todas as despesas que faz durante o dia. Não que tenha de as cortas, mas antes que possam leva-lo a questionar se fazem ou não sentido. Ou se conseguimos o mesmo serviço mais barato noutro lado.

Estas e outras ideias servem de reflexão para que consiga cortar as duas despesas e conseguir acumular uma poupança para as suas necessidades ou sonhos. Gastar dinheiro não tem mal nenhum. Mas se o podemos gastar de forma mais eficiente, por que não tentar?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.